Netanyahu convida Abbas para discursar no Parlamento

23 de setembro de 2016.

 

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, convidou o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, a fazer um pronunciamento no Knesset, o Parlamento israelense.   

Em contrapartida, o premier disse que gostaria de discursar no Conselho Legislativo da Palestina. O convite foi feito nesta quinta-feira (22), durante o pronunciamento de Netanyahu na Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU).   

Ainda é cedo para dizer se trata-se de uma real abertura do primeiro-ministro para retomar as negociações de paz no Oriente Médio, mas o fato é que suas palavras vão de encontro à imagem de "falcão" cultivada ao longo de sua vida.   

"Estou pronto a negociar. A única coisa de que não abro mão é o direito à existência de um único Estado judeu", declarou Netanyahu na ONU. Abbas ainda não respondeu ao convite, mas os palestinos se recusam a sentar à mesa com Israel enquanto o país mantiver sua política de assentamentos na Cisjordânia e em Jerusalém.   

Em seu discurso na Assembleia Geral, realizado pouco antes do pronunciamento de Netanyahu, o líder da ANP lançou um apelo para a comunidade internacional se "empenhar mais do que nunca" pelo nascimento de um Estado palestino realmente independente. Ainda pediu para a ONU declarar 2017 como o "ano internacional do fim da ocupação".   

"Mas, para uma verdadeira paz, Israel precisa abandonar a mentalidade da hegemonia, do expansionismo e da colonização", disse.

Fonte: ANSA.

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||