Netanyahu buscará impedir resoluções da ONU sobre o conflito palestino-israelense

04 de janeiro de 2017.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou que as decisões tomadas na próxima conferência internacional de Paris sobre o conflito entre Israel e Palestina em 15 de janeiro podem resultar em nova resolução do Conselho de Segurança da ONU e Israel está buscanado impedir isso.

"Existem sinais de que eles vão tentar transformar as decisões a serem tomadas [na Conferência de Paris] em outra resoluçao no Conselho de Segurança. Nós estamos engajados em prevenir outra resolução da ONU, e prevenir decisões do Quarteto [ONU, EUA, União Europeia e Rússia]", disse Netanyahu nesta terça-feira (3), citado pelo jornal The Jerusalem Post.
 
Ele acrescentou que esse movimento em relação ao conflito palestino-israelense pode ser tomado antes que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, encerre o seu mandato na presidência em 20 de janeiro.

Paris irá sediar uma conferência sobre a resolução do conflito entre Israel e a Palestina em 15 de janeiro. Israel se recusou a participar do evento dizendo que prefere manter conversações bilaterais diretamente com o lado palestino.
 
Em 3 de junho, Paris realizou uma conferência internacional destinada a retomar as estagnadas negociações entre as partes. Nenhum representante de Israel ou da Palestina esteve presente no evento.
 
Os palestinos procuram o reconhecimento diplomático de seu Estado independente nos territórios da Faixa de Gaza e Cisjordânia, incluindo Jerusalém Oriental, parcialmente ocupada por Israel. Israel tem construído assentamentos nos territórios ocupados apesar das objeções das Nações Unidas.
 
Fonte: Sputnik

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||