Netanyahu avisa o Irã: "somos tirgres, não somos coelhos"

16 de dezembro de 2016.

Durante a sua visita ao Cazaquistão, um país muçulmano com quem Israel tem mantido boas relações, o primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu enviou um recado ao Irã através do presidente do país anfitrião para não subestimar Israel: "Se o Irã atacar Israel, coloca-se em risco."
 
E Netanyahu usou uma forte simbologia para um não menos forte aviso ao inimigo Irã: "Somos tigres, não coelhos."
 
Foi durante o encontro com o presidente do Cazaquistão na capital Astana que, aproveitando a visita na próxima semana do presidente do Irã ao seu país, o presidente Nursultan Nazarbayev perguntou a Netanyahu se queria deixar alguma mensagem para o seu inimigo iraniano, ao que Netanyahu acedeu, entregando esta mensagem: "Pergunte-lhe por que é que o Irã nos continua a ameaçar com a aniquilação. Será que não compreende que não somos um coelho, mas sim um tigre?"
 
Netanyahu acrescentou que se o Irã atacar Israel vai colocar-se em risco.
 
Shalom, Israel!

Comentários

Amarildo Butzke em 16/12/2016 13:44:55
Estou muito feliz com o recado do Sr Netanyahu

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||