Netanyahu ameaça dissolver governo e convocar novas eleições em Israel

18 de março de 2017.

 

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, comunicou a seus ministros que se um acordo sobre o futuro da corporação estatal de rádio e televisão não for alcançado durante os próximos dias, ele dissolverá o governo e convocará novas eleições.

Netanyahu deu ao ministro das Finanças, Moshe Kahlon, o prazo de até meados da semana que vem para alcançar um acordo.

Os dois políticos trocaram acusações mútuas nos últimos dias, mas na quinta-feira (16) parecia que tudo tinha se resolvido. No entanto, Netanyahu reconsiderou sua posição e deu o ultimato neste sábado.

A atual direção da corporação de rádio e televisão do Estado israelense emprega mil trabalhadores. Netanyahu planeja dissolver essa direção e criar uma nova empresa com menos funcionários e salários mais baixos.

mídia local ventila a hipótese de que, na verdade, o primeiro-ministro está preocupado com a pressão que está recebendo do presidente dos EUA, Donald Trump, para retomar as negociações com os palestinos, e que esta seria a verdadeira causa das dúvidas que tomam o premiê.

De acordo com alguns analistas, se Trump aumentar a pressão sobre Israel, Netanyahu não terá nenhuma dúvida na hora de convocar novas eleições e, assim, aliviar por algum tempo a pressão para retomar as negociações com os palestinos.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/oriente_medio_africa/201703187927535-netanyahu-ameaca-dissolver-governo/ 

Comentários

Enzo em 19/03/2017 12:18:05
Não tem que negociar com terroristas. Dos acordo de Camp Davi e o de Oslo o que os palestinos cumpriram?

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||