Mais de 200 mísseis disparados contra Israel levam à destruição de mais um túnel terrorista

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

04 de maio de 2019.

 

Desde esta manhã que os terroristas do Hamas da Faixa de Gaza não têm parado de disparar mísseis contra as povoações fronteiriças de Israel, num total de mais de 200, causando o pânico e obrigando as populações a se refugiarem nos abrigos, num tempo máximo de 10 a 12 segundos após o soar do alarme.

Dezenas de rockets têm sido destruídos em pleno voo pelo sistema de defesa israelita "Iron Dome" (Cúpula de Ferro), não conseguindo mesmo assim evitar que algumas casas tivessem sido danificadas com os foguetes e pelo menos três pessoas feridas, entre as quais uma senhora de 80 anos.
As comunidades mais atingidas foram as de Kerem Shalom e as da região de Eshkol.
 
RESPOSTA ISRAELITA
 
Tanques e helicópteros de Israel avançaram entretanto para a fronteira e atacaram alvos terroristas do Hamas e da Jihad Islâmica Palestiniana, tendo destruído um túnel descoberto e que ligava a Faixa de Gaza ao território de Israel. A aviação israelita destruiu por completo este túnel construído pelos terroristas da Jihad Palestiniana, e que tinha 20 metros de profundidade e alguns acessos de entrada, preparado para permitir a passagem de terroristas em território israelita.
 
Um militante do Hamas foi entretanto morto por Israel durante os ataques aos lançadores de mísseis, tendo outros dois sido mortos ontem durante um ataque da aviação israelita.
 
INÍCIO DO CONFLITO
 
Este conflito iniciou-se ainda ontem, quando dois soldados israelitas ficaram feridos por disparos vindos da Faixa de Gaza, tendo Israel respondido e atacando posições do Hamas, matando dois dos seus elementos terroristas. 
 
Dois outros militantes do Hamas foram também ontem mortos pelas forças de Israel junto à fronteira.
 
Os locais mais atingidos pelos mísseis e onde se verificaram danos nas casas e ferimentos em civis foram a cidade de Kiryat Gat, Ashkelon, Sderot e Shaar HaNegev.
 
Alguns mísseis de maior alcance foram disparados na direção da região central do país, tendo as sirenes soado em locais como Rehovot e Beit Shemesh.
 
ISRAEL CONTINUA ATACAR GAZA
 
Segundo as Forças de Defesa de Israel, mais de 30 alvos do Hamas e da Jihad Palestina foram atacados pelas suas forças aéreas, incluindo também instalações para o fabrico de armamento, e um armazém da marinha do Hamas. 
 
Segundo um porta-voz das forças israelitas, Israel está "preparado para ir até onde for preciso."
 
Um dos principais objetivos dos terroristas é tentar impedir que Israel realize daqui a duas semanas em Tel Aviv o Festival da Eurovisão, uma competição musical com dezenas de países participantes e que é vista na TV por centenas de milhões de espectadores em toda a Europa, Médio Oriente e Austrália. 
 
Israel também se prepara para celebrar o seu Dia da Independência, pelo que o plano dos terroristas é de "estragar a festa" aos israelitas.
 
Só espero que Israel responda com dureza e acabe de vez com estas constantes ameaças às populações vizinhas de Gaza, em estado de alerta permanente e ansiosas que o governo israelita resolva a situação de uma vez por todas.
 
Shalom, Israel!

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||