Liberman apela aos países árabes "moderados" para que façam a paz com Israel e confrontem o Irã

17 de novembro de 2017.

 

"Depois do Estado Islâmico, o Irã"- foi exatamente com estas palavras que o ministro da Defesa de Israel Avigdor Liberman comunicou o seu apelo ao mundo árabe, através do seu tweet. 
 
E Liberman aproveitou para mencionar o exemplo do líder egípcio Sadat, o primeiro líder árabe a fazer a paz com Israel: "O presidente egípcio Anwar Sadat foi um líder corajoso, que foi contra a corrente e abriu o caminho para que outros líderes árabes reconhecessem a importância de alianças estratégicas com Israel."

 

"40 anos depois da sua visita histórica a Israel, apelos aos líderes na região para que sigam os passos de Anwar Sadat, vindo a Jerusalém e abrindo um novo capítulo, não apenas em termos das relações de Israel com o mundo árabe, mas para toda a região."

Devido a este ato de bravura do antigo presidente egípcio, ele acabou por ser assassinado. 
 
Liberman desafiou ainda os líderes árabes a algo ainda mais pragmático: "Mais do que qualquer outra coisa, o Médio Oriente necessita hoje de ter uma coligação de estados moderados contra o Irã. A coligação contra o Daesh terminou o seu trabalho, e depois do Estado Islâmico o Irã."
 
Fonte: Shalom, Israel!

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||