Lei que define Israel como 'lar nacional do povo judeu' é aprovada em votação preliminar no Parlamento

10 de maio de 2017. 

O Parlamento israelense aprovou nesta quarta-feira (10) em primeira leitura um controverso texto de lei que define Israel como o "lar nacional do povo judeu", que seus detratores criticaram por excluir ainda mais a grande minoria árabe.

Após esta votação preliminar e uma passagem em comissão, o texto terá de ser submetido a três leituras sucessivas em plenário para integrar as leis fundamentais de Israel.

O texto é "crucial para momentos como o atual, quando alguns procuram minar o direito do povo judeu a ter um lar nacional em sua terra", de acordo com as notas que acompanham o documento.

Seus críticos veem na lei um projeto discriminatório para os árabes israelenses, que representam 17,5% de uma população predominantemente judaica.

Além de definir Israel como "lar nacional do povo judeu", estabelece para o árabe como língua oficial (junto com o hebraico) em um "status particular".

Em outra disposição controversa, autoriza um grupo, incluindo de uma mesma religião, a viver em uma comunidade separada das outras. Esta medida visa, segundo interpretações, permitir a criação de comunidades exclusivamente judaicas.

O texto, aprovado no domingo por um comitê ministerial, foi votado nesta quarta-feira no Parlamento por 48 votos contra 41, de um total de 120 deputados.

Fonte: AFP

Comentários

Luís Alberto em 12/05/2017 08:58:47
Muito bom que o parlamento aprovou p lar Nacional do povo Judeu, eles merecem pois são um povo sofrido. A Bíblia nos pede que oremos pelo povo de israel.......... Salmos 122: 6 Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam.

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||