Judeus convocados a subirem ao monte do do templo no "Dia de Jerusalém"

17 de maio de 2017.

 

Espera-se que um apelo feito por membros do Knesset (parlamento de Israel) e por rabis influentes possa atrair vastas multidões ao Monte do Templo para o "Jubileu de Jerusalém" na próxima semana.
 
Os "Movimentos Unidos do Templo" apelaram ao ajuntamento como sendo um eco de júbilo da declaração original feita pelos soldados israelitas há 50 anos atrás, quando anunciaram em tom de vitória: "O Monte do Templo está nas nossas mãos!"
 
"50 anos depois do general das FDI Motti Gur ter dito à nação: 'O monte do Templo está nas nossas mãos', eu clamo a vós, homens e mulheres, religiosos e seculares, subam a Jerusalém, ao Monte do Templo, com massiva alegria, com risos de crianças, na esperança da edificação de Jerusalém na sua plenitude, a nossa capital eterna, a mais bela do mundo" - assim encorajou a Ministra da Cultura e do Desporto, Miri Regev, num vídeo em que apela aos israelitas para ascenderem no dia acertado.
 
50 ANOS - UM JUBILEU - DA REUNIFICAÇÃO DE JERUSALÉM
 

Israel celebra neste ano o 50º aniversário, ou Jubileu, da unificação de Jerusalém durante a Guerra dos Seis Dias, um evento de significado transcendente.Naquele dia de Junho de 1967, as forças de Israel libertaram a Cidade velha de Jerusalém, o Muro Ocidental e o Monte do Templo da ocupação pelo exército jordano. 

"Dia de Jerusalém" é este ano acompanhado por centenas de celebrações e comemorações que se iniciam na noite do próximo dia 23, Terça-Feira.
 
CONVOCAÇÃO
 
Este vídeo de Regev é parte de um série de convocações feitas pelo deputado Yehudah Glick para a realização de orações no Monte do Templo por membros de vários credos, desde políticos a rabis, a outras figuras públicas. 
 
Segundo o vídeo, as forças policiais israelitas, que normalmente tentam desencorajar os judeus de subirem ao Monte do Templo, especialmente em grupos grandes, irão permitir condições especiais permitindo o acesso a grupos, sem restrição temporária de números. 
 
"CORAÇÃO DA TERRA E DO POVO"
 
Moshe Feiglin, ex-deputado e comentador político afirmou ser"inestimável" a importância do Monte do Templo para o povo judeu:"O Monte do Templo é o coração da terra e do povo. Estamos mostrando que amamos o lugar e que não o temos esquecido. Ele pertence ao povo judeu."
 
Fonte: Shalom, Israel!

Comentários

josé soares do nascimento em 18/05/2017 08:22:59
gostaria de estar presente no dia 23 nesta celebração com os nossos irmãos judeus, como brasileiro amo Israel, tenho 73 anos de idade, e acompanhei a guerra dos seis de em 1967, quando o Senhor de Israel fez milagre naquele país.

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||