Israel suspende cooperação com a Unesco após votação sobre Jerusalém

14 de outubro de 2016.

Israel anunciou nesta sexta-feira a suspensão de sua cooperação com a Unesco, um dia depois de uma votação criticada pelos israelenses como uma negação do vínculo milenar entre os judeus e Jerusalém.

Em uma carta dirigida à diretora geral da Unesco, Irina Bokova, e publicada no Twitter, o ministro israelense da Educação, Naftali Bennett, acusa a organização de dar um "apoio imediato ao terrorismo islamita" e anuncia a suspensão pela comissão israelense da Unesco de "todas as suas atividades profissionais com a organização internacional".

A decisão significa a rejeição a reuniões com representantes da Unesco ou a participar em conferências internacionais, explicou o ministério.

A Unesco aprovou na quinta-feira um texto apresentado por sete países árabes com o objetivo de "proteger o patrimônio cultural da Palestina e o caráter distintivo de Jerusalém Oriental".

Jerusalém Oriental é a parte palestina de Jerusalém ocupada desde 1967 por Israel, e anexada posteriormente, e que os palestinos aspiram a tornar a capital de seu futuro Estado.

Nesta área fica a extremamente sensível Esplanada das Mesquitas, terceiro local sagrado do islã, e local mais sagrado para os judeus, que o chamam de Monte do Templo. Neste ponto ficava o segundo templo judaico destruído pelos romanos no ano 70.

Fonte: AFP.

Comentários

Edson Fagundes Gomes em 21/10/2016 19:10:20
O Brasil hoje está nas mãos de uma quadrilha de mafiosos traficantes de drogas e informações privilegiadas para os estados unidos através da rede globo de televisão

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||