Israel sairá da Unesco até o fim de 2018

22 de dezembro de 2017.

 

O governo de Israel anunciou nesta sexta-feira (22) que o país deixará a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) até o fim de 2018, seguindo o exemplo dos Estados Unidos.   

Em 12 de outubro, após o rompimento entre Washington e a entidade, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, já havia dito que daria instruções para “preparar” a retirada de seu país, mas essa é a primeira vez que seu governo determina um prazo.   

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, a decisão foi tomada por causa dos “ataques sistemáticos” da Unesco e de suas “tentativas de desconectar a história hebraica da terra de Israel”. A carta formal de desfiliação deve ser apresentada ainda neste ano, e a saída será efetivada até o fim de 2018. 

O rompimento dos EUA foi motivado pelas recentes resoluções da entidade contra Israel, como aquela que retira do país a soberania sobre Jerusalém e outra que se refere a locais sagrados para judeus e muçulmanos apenas pelo nome islâmico – no início de dezembro, Donald Trump reconheceu Jerusalém como capital israelense.   

Além disso, a Unesco já condenou os assentamentos em Hebron, na Cisjordânia, declarada como “patrimônio histórico palestino”. Os Estados Unidos têm atualmente uma dívida de US$ 500 milhões com a organização, quantia acumulada desde 2011, quando as contribuições foram suspensas por causa do reconhecimento da Palestina como Estado-membro.

Fonte: ANSA

Comentários

Daniel Luís Corrêa em 24/12/2017 08:28:45
Shalom de Daniel Corrêa...
Vejo que ISRAEL está certíssimo em apresentar sua carta de desfiliação da UNESCO.
Todo os acordos que envolvam finanças sejam, unilaterais ou bilaterais feitos por ISRAEL com entidades ou países que não apoiam que a CAPITAL DE ISRAEL É DE FATO JERUSALÉM INDIVISÍVEL; E ETERNA DE DEUS, Não teríamos motivos para um auxílio financeiro nesse momento; pois, todos os esforços e recursos tem obrigatoriedade de serem empregados na questão de "NOSSA" CAPITAL JERUSALÉM INDIVISÍVEL INEGOCIÁVEL E ETERNA DE DEUS.
sem mais.

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||