Israel responde a ataque proveniente da Faixa de Gaza

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

19 de fevereiro de 2018.

A aviação israelense atacou a "infraestrutura subterrânea" dos militantes palestinos na Faixa de Gaza, respondendo ao ataque de um foguete lançado da área, comunicaram militares israelenses.

Há dois dias que os lados continuam a troca de ataques. 

"As Forças de Defesa de Israel, utilizando a aviação, atacou a infraestrutura subterrânea na parte sul da Faixa de Gaza, respondendo ao lançamento de um foguete contra Israel", se lê no comunicado do serviço da imprensa do exército israelense.

Os militares não especificaram de que alvos se tratou. Provavelmente, estes foram túneis de combatentes palestinos.

O foguete, lançado mais cedo da Faixa de Gaza, caiu em uma área fronteiriça, sem causar danos.

No sábado (17) e no domingo (18), os militares israelenses dispararam contra 18 alvos militares do movimento palestino Hamas em resposta à explosão de um dispositivo explosivo que deixou quatro militares israelenses feridos. 

Os lançamentos de foguetes da Faixa de Gaza se intensificaram logo após a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel, em 6 de dezembro de 2017. As autoridades israelenses culpam o movimento Hamas pelos ataques com foguetes, exigindo o cumprimento do cessar-fogo por todas as fações palestinas.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/oriente_medio_africa/2018021910560351-israel-faixa-gaza-ataque-foguete-resposta/

Comentários

Cícero Ferreira de Lima em 22/02/2018 21:44:29
Os árabes, denominados palestinos, deviam respeitar a soberania de Israel. Eles sabem que nunca vão vencer essa guerra. Fazendo a paz com Israel só têm a ganhar, porque podiam aproveitar a tecnologia do estado judeu para construirem escolas, hospitais e criarem empregos para o seu povo dentro da própria comunidade e construirem a felicidade e liberdade do povo palestino. Do jeito que está, os palestinos são prisioneiros de seus próprios líderes, que os obrigam a servirem de escudos humanos, à força. Eles usam até crianças como escudos humanos.



Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||