Israel projeta construir uma ilha artificial em frente a Faixa de Gaza

29 de junho de 2017.

 

O Ministério da Inteligência e dos Transportes de Israel publicou nesta quarta-feira (28) um vídeo que mostra um projeto israelense para a construção de uma ilha artificial em frente a Faixa de Gaza.

Segundo a narração do vídeo [Veja aqui], a ilha teria um porto, um terminal de carga e até mesmo um aeroporto para impulsionar a economia do território palestino e conectá-lo ao mundo.

O projeto de uma ilha artificial é um plano antigo do governo israelense, mas somente agora parece tomar forma de verdade. O vídeo mostra detalhes da realização da ilha, que teria 525 hectares de extenção e seria localizada a cerca de três milhas do litoral de Gaza, a qual seria conectada graças a uma ponte suspensa no mar. Além disso, poderia ser instalado um aeroporto que substituiria aquele destruído pelos israelenses em Gaza em 2001.

"A iniciativa da ilha artificial é destinada a fornecer uma resposta a uma realidade que é ruim para os palestinos e não é boa para Israel", diz o narrador, reconhecendo que o objetivo é, em parte, mudar a visão internacional de que Israel é culpado pela deterioração das condições de vida dos dois milhões de habitantes de Gaza.

Para mudar essa percepção e tentar resolver os graves problemas humanitários e econômicos que afligem a Gaza – onde os habitantes têm menos três horas de eletricidade por dia e enfrentam um desemprego superior a 40% - o plano de Katz prevê um investimento de US$ 5 bilhões (cerca de R$ 16,4 bilhões) em cinco anos.

Israel e o Egito mantém um bloqueio sobre Gaza há mais de uma década, desde que o grupo islâmico radical Hamas tomou o controle do território, restringindo o fluxo de produtos e pessoas para dentro e fora da Faixa como forma de pressionar a organização palestina. Hamas já travou três guerras contra Israel e é um movimento rival do partido Al Fatah, que controla a Cisjordânia.

Mesmo após a retirada dos colonos judeus de Gaza, realizada em 2005 pelo governo israelense, o território ainda tem um controle limitado de seu espaço aéreo e do acesso ao mar.

Fonte: G1

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||