Israel derruba avião de guerra sírio

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

24 de julho de 2018.

 

O exército israelense afirmou que derrubou nesta terça-feira (24) um avião de guerra sírio que invadiu o seu espaço aéreo. Porém, Damasco diz que a aeronave foi atingida quando participava de operações contra rebeldes em território sírio.

O incidente aconteceu sobre as Colinas de Golã, área estratégica entre os dois países. Israel está em alerta à medida que forças do governo sírio se aproximam com apoio russo para retomar território controlado por rebeldes.

Pela segunda vez em poucos dias, sirenes israelenses foram ouvidas nas Colinas de Golã e testemunhas viram os rastros de dois mísseis. As Forças Armadas de Israel disseram que lançaram mísseis Patriots contra um avião sírio Sukhoi "que infiltrou o espaço aéreo israelense".

As Forças Armadas israelenses disseram em comunicado que um avião de guerra foi "interceptado" sem fornecer mais detalhes. A rádio militar de Israel disse que o avião foi abatido, pode ter caído no lado sírio de Golã e que o estado de saúde do piloto é incerto, segundo a Reuters.

A mídia estatal síria disse, entretanto, que o avião foi "visado" por Israel e atingido enquanto realizada operações em seu próprio espaço aéreo.

"O inimigo israelense confirma seu apoio aos grupos terroristas armados e visa um de nossos aviões de guerra, que estava atingindo seus grupos na área de Saida, na fronteira da bacia de Yarmouk no espaço aéreo sírio", disse fonte militar, segundo a agência de notícias oficial Sana.

O incidente envolvendo a aeronave síria acontece, de acordo com a BBC, um dia depois de Israel ativar o sistema de defesa antimísseis David's Sling. Em 2014, Israel derrubou um avião sírio.

Colinas de Golã

No domingo, Israel resgatou centenas de pessoas, entre membros da Defesa Civil síria e suas famílias, e os ajudou a seguir até a Jordânia.

A retirada do o grupo, também conhecido como Capacetes Brancos, foi encarada por Israel como uma ajuda humanitária já que ele é acusado de ter ligações com o terrorismo pelo governo sírio.

Damasco repudiou a ação do país vizinho, classificando-a como uma "operação criminosa" levada a cabo por "Israel e suas ferramentas".

O Exército da Síria iniciou uma grande ofensiva em junho no sul da Síria e avançou nas últimas semanas, tomando muitas localidades. Muitas pessoas fugiram para a zona fronteiriça junto às Colinas de Golã.

Israel tem dado assistência médica nos últimos anos a milhares de feridos, mas esta foi a 1ª vez nos sete anos de guerra civil síria que permitiu que sírios fugissem da guerra através de seu território.

Fonte: G1

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||