Israel continuará combate contra Irã na Síria em meio a saída dos EUA, diz Netanyahu

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

23 de dezembro de 2018.

 

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, reafirmou o empenho de Tel Aviv de combater o Irã na Síria, apesar da retirada das tropas estadunidenses da região.

"A decisão de retirar os 2.000 militares estadunidenses da Síria não vai mudar nossa política consistente: continuaremos a agir contra a tentativa do Irã de estabelecer bases militares na Síria, e se for necessário até expandiremos nossas operações lá", disse o primeiro-ministro, citado pelo Jerusalem Post.

As palavras do primeiro-ministro foram corroboradas pelo ministro da Justiça israelense, Ayelet Shaked, que declarou que o país "fará tudo o possível para impedir que o Irã se estabeleça na Síria". 

O Irã tem negado repetidamente a presença de suas tropas na Síria, afirmando que apenas enviou conselheiros militares para ajudarem o governo sírio no combate aos terroristas.

Na quarta-feira (19), Donald Trump declarou que os EUA derrotaram o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) na Síria, acrescentando que o grupo terrorista era a única razão pela qual as tropas dos EUA estavam combatendo no país do Oriente Médio durante a sua presidência.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/oriente_medio_africa/2018122312968314-israel-ataques-siria-ira-hezbollah-saida-eua/

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||