Israel construirá muro subterrâneo cercando Gaza

03 de agosto de 2016.

Menino palestino visto através de muro alvejado por balas, na Faixa de Gaza, dia 14/01/2016

 

O Ministério da Defesa de Israel abriu licitação para a construção de um muro subterrâneo que cercará a Faixa de Gaza para prevenir a infiltração em seu território de milicianos palestinos através de túneis, informaram nesta quarta-feira veículos de imprensa israelenses.

A barreira terá sensores para detectar atividades de escavação e cercará totalmente a Faixa palestina, que está sob ferrenho bloqueio israelense desde 2007 e é governada pelo movimento islamita Hamas, de acordo com o site do jornal "Yedioth Ahronoth".

Até o momento, 20 empresas foram convidadas a participar da licitação para cobrir dez dos 60 quilômetros de fronteira com o enclave litorâneo.

Espera-se que os trabalhos comecem em outubro e que haja quatro empresas israelenses envolvidas, previsivelmente com o apoio de firmas estrangeiras com experiência na construção de barreiras subterrâneas, e calcula-se que o projeto terá um custo de aproximadamente US$ 527 milhões.

Um oficial de segurança afirmou recentemente para uma emissora de notícias israelense que o Hamas escava dez quilômetros de túneis em direção ao território israelense a cada mês, algo que as autoridades de Israel consideram como uma de seus principais ameaças vindas de Gaza, junto com os foguetes lançados pelas milícias, que são apenas ocasionais desde o acordo de trégua de agosto de 2014.

A problemática dos túneis foi objeto de debate recentemente, depois que diferentes partidos acusaram o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu de não ter dado informações suficientes sobre a ameaça que estes supunham antes e depois da ofensiva israelense contra a Faixa em julho e agosto de 2014, durante a qual as milícias utilizaram as passagens subterrâneas para atacar tropas e civis israelenses.

A Agência Efe tentou contato, mas não obteve sucesso, com o escritório de Informação do Ministério da Defesa israelense para confirmar e ampliar essa informação. 

Fonte: EFE.

 

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||