Israel atacou 12 posições iranianas na Síria

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

01 de julho de 2019.

 

Enquanto o impasse e as tensões regionais estão em crescendo, especificamente entre os EUA e o Irã, a poderosa aviação israelita atacou e destruiu esta madrugada 12 posições iranianas em território sírio. Cerca de 15 pessoas, incluindo 6 civis terão sido mortos, embora não se saiba ao certo se foram consequência dos ataques da aviação israelita ou dos destroços provocados pela artilharia anti-aérea síria.
 
Os outros 9 mortos serão, ao que consta, milícias pró-iranianas, oriundas de várias nacionalidades. 
 
Segundo parece, Israel terá disparado vários mísseis, tanto a partir do ar como do mar, atingindo bases militares ligadas ao Irã, perto da cidade de Homs, havendo ainda outros 10 ataques perto de Damasco, incluindo uma base onde as forças revolucionárias do Irã estão aquarteladas e onde existe um centro de pesquisa de armas. Um quartel militar utilizado pelas milícias iranianas foi também atingido.
 
Como é habitual, Israel não comentou os ataques, considerados os maiores dos últimos meses e realizados menos de uma semana após o encontro trilateral em Jerusalém entre representantes dos governos russo, norte-americano e o primeiro-ministro israelita Netanyahu, com um dos temas debatidos sido precisamente a presença militar iraniana na Síria. 
 
O porta-voz do governo sírio alegou entretanto que entre as 5 vítimas civis há um bebê com um mês de idade. 
 
É muito rara a existência de vítimas civis nestes ataques realizados por Israel, pelo que há que esperar até haver uma confirmação mais segura da razão destas mortes.
 
Os media sírios reportam que vários mísseis israelitas disparados a partir do espaço aéreo do Líbano teriam sido interceptados pela defesa anti-aérea síria, comprovando-se apenas que um projéctil sírio de fabrico russo disparado pelas anti-aéreas sírias acabou por cair numa floresta no Norte de Chipre, provocando um enorme incêndio. e causando abanões na capital do país, Nicósia. 
 
Fonte: Shalom, Israel!

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||