Instabilidade política no Brasil incentiva cada vez mais judeus brasileiros a partirem para Israel

15 de agosto de 2017.

 

O crescente desemprego, a insegurança e a violência estão entre os factores principais que levam um número cada vez maior de brasileiros judeus a fazerem "aliyah".
 
A maior parte da comunidade judaica brasileira pertence à classe média, cada vez mais debilitada pelas sucessivas crises econômicas, sociais e políticas. Os níveis de corrupção que têm levado alguns governantes à condenação e até à prisão não param de crescer e preocupar aqueles que sonhavam ter um futuro risonho e próspero na maior economia da América do Sul. 
 
Calcula-se em 110.000 o número de judeus brasileiros ou residentes no Brasil.
 
Muitas pessoas formadas e até há bem pouco tempo atrás estabilizadas social e economicamente 
 
estão agora a ver os seus empregos a perderem-se, o dinheiro para pagar as contas regulares já não chega, muitos regressam a casa dos pais por não conseguirem manter os seus apartamentos, e o número de carros vendidos a desconto não pára de crescer a cada dia que passa.
 
Outra preocupação que assalta a mente dos judeus brasileiros tem a ver com a educação dos seus filhos. A falta de dinheiro tem posto em causa a continuidade do funcionamento de algumas escolas judaicas, estando a maioria já a sobreviver à custa de doações filantrópicas. O número de pedidos de ajuda social , incluindo a própria alimentação, tem aumentado a um ritmo de 20% por ano, com um número crescente de jovens a pedir ajuda.
 
A situação no Rio de Janeiro ainda é mais dramática. Uma média de 65 lojas fecham a cada dia, prevendo-se até que as mundialmente famosas celebrações do Carnaval estejam em risco para o ano que vem. O governo da cidade já não tem dinheiro sequer para pagar aos professores e às forças de segurança. Mas é a indescritível violência no Rio que tem levado mais judeus cariocas a imigrarem para a Terra Prometida. 
 
O Consulado de Israel em São Paulo não tem neste momento mãos a medir para tratar de todos os complicados e burocráticos processos de imigração para Israel.
 
Segundo a Agência Judaica, no final de 2015 houve um aumento de 77% no número de imigrantes que partiram para Israel (496) em comparação ao ano anterior, o qual já tinha tido um aumento de 39% em relação ao ano precedente.
 
684 judeus brasileiros chegaram a Israel durante o ano de 2016, um aumento de 40% em relação a 2015. E só até Maio deste ano, 346 novos imigrantes ("olim") aterraram em Israel para ali refazerem as suas vidas. Isso representa um aumento de 29% em comparação aos mesmos meses do ano passado.
Israel, com uma taxa de violência incomparavelmente baixa em relação ao Brasil, oferece um abrigo seguro aos judeus brasileiros que deixaram de acreditar no futuro do Brasil. 
 
Para eles e para muitos, o Brasil não é mais o tão anunciado "país do futuro". Israel sim, passou a ser o futuro para eles...
 

Fonte: Shalom Israel

Comentários

Celso Tomiasi em 26/08/2017 21:02:18
gostaria de voltar pra ISRAEL .Sou bisneto de imigrantes italianos .O meu bisavo veio da ITALIA em 1892 Ele com sua mãe e com um irmão, eles viviam em uma região de conflito entre Italia e AUSTRIA eles eram imigrantes ilegais vindos de VIENA na AUSTRIA. Em 1830 na perceguição aos JUDEUS na cidade de viena onde mataram milhares de JUDEUS. Eles fuguiram,trocaram de nome, esconderam a identidade ate da propria geração, nem mesmo o meu avó sabia da historia, e o que sabia levou p/tumulo.
Ledenir Machado em 25/08/2017 17:25:35
Concordo com José Maria dos Santos, as profecias de retorno dos judeus espalhados pelas nações estão em pleno movimento de cumprimento; O Eterno vela por sua Palavra para cumprir. É tempo da igreja também sair; breve, muito em breve Jesus Cristo voltará. Aleluias!
Maria Bento Gancheiro em 25/08/2017 02:41:49
É O TEMPO DAS PROFECIAS SE CUMPRIREM. POVO DE ISRAEL NA TERRA SANTA.
Jose Maria dos Santos em 16/08/2017 20:27:05
Na verdade, por mais que há uma cegueira espiritual sobre o povo de Israel, ainda assim, eles são a "menina dos olhos de IAVE". Isto ninguém pode duvidar e discutir, pois, os fatos estão claros e patentes aos de todas as Nações do Mundo gentilico. Quanto mais oprimem ao povo de Israel, mais eles brilham no meio das nações. Agora, nesse exato momento eles estão voltando para a sua terra natal, cumprindo os que está escrito no livro profeta Zacarias - "Ainda que os espalhei por entre os povos, eles se lembrarão de mim em lugares remotos; e viverão com seus filhos e voltarão. Porque eu os farei voltar da terra do Egito, ... "(Zacarias 10. 9 - 12). Um fato corrente desde da fundação do Estado de Israel em 1967, esse êxodo mundial vem ocorrendo em ritmo acelerado. O fins dos tempos tanto para a Igreja, o Corpo de Cristo, e bem como para Israel tem vindo, e no horizonte se pode ver os seus sinais. ( Romanos 11.15 - 24, 25 - "O momento de vitória para os crentes da Dispensação da Graça) e ( Romanos 11. 26, 27 - "O tempo da restauração para Israel" ). Maranata, vem Senhor Jesus.

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||