EUA confirmam que Israel atacou base militar iraniana na Síria. Rússia não foi avisada

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

09 de abril de 2018.

 

Os Estados Unidos confirmaram que o governo de Jerusalém informou previamente os amigos norte-americanos do ataque que iriam levar a cabo esta manhã contra uma base militar iraniana na Síria. O governo de Moscou revelou "motivos para preocupação", não só por não terem sido previamente avisados, mas também porque poderiam ter conselheiros militares seus na base atacada pela poderosa Força Aérea de Israel.
 
O ataque de Israel terá sido realizado com mísseis ainda antes do alvorecer de hoje. Como é norma nestes casos, Israel não confirma nem desmente.
 
A Rússia não perdeu tempo em fazer eco da condenação do parceiro Bashar al Assad, um dos mais cruéis assassinos ainda vivos, que se mantém teimosamente no poder de um país que lentamente vai destruindo com os maiores requintes de crueldade, como aconteceu no passado Sábado, em Douma, em que muitas dezenas de civis, incluindo velhos e crianças foram mortos com o uso de armas químicas.
 
Apesar de prometerem castigar Assad por este hediondo crime, tanto os EUA como a França descartaram esta manhã a autoria do ataque à base militar na Síria.
 
O alvo deste ataque da alegada autoria da aviação israelita foi a base aérea de Tiyas, na Síria, também conhecida como base aérea T-4, localizada nos arredores de Palmira, no centro do país. Israel já fez um ataque àquela mesma base há algum tempo atrás, julgando ser uma base para drones iranianos.
 
Segundo informações da Rússia, o ataque terá sido realizado pouco antes das 4 horas da manhã de hoje através de dois caças F-15 israelitas que terão disparado 8 mísseis contra a base a partir do espaço aéreo do Líbano, tendo 5 sido alegadamente interceptados.
 
Segundo o "Observatório Sírio dos Direitos Humanos", 14 pessoas terão sido mortas e outras mais feridas. Calcula-se que 3 iranianos tenham sido mortos.
 
Desde há muito que Israel tem vindo a avisar a Síria de que não permitirá a instalação de bases militares iranianas no território vizinho de Israel
 
Fonte: Shalom, Israel!

Comentários

Elisandra em 09/04/2018 22:15:31
E tempo de nós concertamos, é o tempo de clamarmos pelo perdão de Deus, é tempo de limpar as vestis. Estamos vivendo os últimos dias da igreja aqui na Terra. Quando eu era criança, ouvia minha tia falar sobre o fim dos tempos, mas jamais pensei que eu fosse fazer parte da geração que veriam esses acontecimentos. Agradeço muito as pessoas que estão se preocupando em avisar sobre a volta de Jesus. Está muito difícil estamos tentando alertar as pessoas mas elas não querem ouvir, não querem saber da volta Jesus, por que precisam se casar, porque precisam terminar a faculdade ou seja ainda estão presas aos sonhos, as vontades carnais e materiais desse mundo. Ja ouvi de muitos cristãos, a seguente frase "eu quero que Jesus volte só não quero que seja agora". Agradeço a todos aqueles que se preocupam em anunciar sobre a volta de Jesus peço as irmãos que não parem, por que tem uma bandeira para ser levantada, a bandeira do evangelho de Jesus e vidas precisam ser salvas e ainda temos tempo e podemos alertar as pessoas a nossa volta moramos em um pais que mesmo em meio a violência e corrupção não nos empedir de levar a palavra de Deus.

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||