Começa hoje em Varsóvia a "Cúpula ministerial para promover um futuro de paz e segurança no Oriente Médio"

13 de fevereiro de 2019.

 

Representantes de cerca de 60 países são hoje esperados para a cúpula patrocinada conjuntamente pelos EUA e Polônia subordinada ao tema:"Cúpula Ministerial para promover um futuro de paz e segurança no Oriente Médio."
 
Dentre as 60 representações nacionais, conta-se o primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu e os ministros das Relações Exteriores de 10 países árabes.
 
Apesar de inicialmente pensar-se que a conferência enfatizaria essencialmente a questão da ameaça do Irã, um comunicado recente do secretário de estado norte-americano Mike Pompeo e do ministro polaco para as Relações exteriores Jacek Czaputowicz informou que a cimeira irá tratar especificamente das guerras civis na Síria e no Iêmen, bem como do conflito israelo-palestino e outros assuntos ligados à segurança regional.
 
Sabe-se no entanto "nas entrelinhas" que a cúpula irá prestar atenção às ameaças regionais colocadas pelo regime iraniano, não só contra o estado judaico, como a toda a região do Oriente Médio .
 
Não haverá delegação palestina presente nesta cúpula, uma vez que os líderes palestinos têm alegado que a mesma só serve para promover os interesses anti-palestinos da atual administração norte-americana.
 
Uma coisa é certa: é visível a aproximação entre Israel e alguns estados árabes, como é o caso recente de Omã, com cujo ministro das Relações Exteriores Netanyahu já teve um amistoso encontro esta tarde "às margens" da conferência...
 
Nas palavras proferidas hoje pelo líder do Omã: "Há uma nova era no Oriente Médio"
 
Fonte: Shalom, Israel!

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||