As folhas da figueira já brotam, os seus ramos já se renovaram! (2ª Parte)

21 de abril de 2018.

 

O renascimento da nação de Israel há precisamente 70 anos é o acontecimento mais marcante nestes quase 2 mil últimos anos de História!
 
A profecia do Messias Jesus proferida em Jerusalém, fazendo uso do renovar da figueira - uma das 3 árvores que simbolizam Israel - iniciou o seu cumprimento "oficial" em 14 de Maio de 1948, ainda que se possa afirmar com convicção que o relógio profético de Deus já tinha recomeçado a sua contagem decrescente para a Vinda do Reino muitos anos antes, talvez já em 1897, como num próximo artigo iremos demonstrar.
 
UM PARTO ÚNICO E SOBRENATURAL
 
Numa das mais extraordinárias profecias de Isaías, o profeta anunciou o "parto" dos filhos de Israel, num contexto dos "últimos dias", como algo de sobrenatural e até anti-natural: "Quem jamais ouviu tal coisa? Quem viu coisa semelhante? Pode acaso nascer uma terra num só dia? Ou nasce uma nação de uma só vez?" (Isaías 66:8). E agora o profeta acrescenta aquilo que é de fato um feito improvável na natureza humana: "Pois Sião, antes que lhe viessem as dores, deu à luz seus filhos." 
 
Ora, todos sabemos que as dores de parto de uma mulher sempre ocorrem antes que ela dê à luz. Mas, contrariamente à natureza, Israel nasceu, e as dores de parto vieram depois...!
 
E assim aconteceu literalmente! Logo no dia seguinte à declaração da independência de Israel (Sião) - em 15 de Maio de 1948 - vieram as "dores de parto", e bem dolorosas elas foram, com os exércitos de 6 países árabes coligados para destruírem Israel (Egito, Síria, Líbano, Iraque, Jordânia e Arábia Saudita) e atirarem os judeus ao mar, naquela que ficou conhecida como a "Guerra da Independência", que durou até 1949.
 
O que os inimigos árabes não sabiam é que este renascimento de Israel foi provocado pelo próprio Senhor Deus: "Acaso farei Eu abrir a madre, e não farei nascer? Diz o Senhor; acaso ao que Eu faço nascer, fecharei a madre? Diz o teu Deus" - Isaías 66:9.
 
A porta que Deus abre ninguém pode fechar, seja quem for e com a força que tiver. Deus "abriu a madre" a Sião, e ela "deu à luz os seus filhos." Ou seja: a figueira outrora amaldiçoada por não dar frutos, foi agora regenerada pelo poder e vontade de Deus!
 
A "Guerra da Independência" não só foi vencida por Israel, como o território israelita foi grandemente aumentado, passando Israel a controlar um território cinco mil quilômetros quadrados superior àquele que lhe havia sido designado pelas Nações Unidas em Novembro de 1947!
 
Mas as "dores de parto" foram muitas: nos 15 meses de combates ferozes e intermitentes, em que as forças israelitas estavam em minoria e muito mal equipadas, pereceram cerca de 6 mil israelitas, praticamente 1% da população judaica na altura a viver em Israel...
 
AINDA É SÓ O COMEÇO DO "BROTAR" DA FIGUEIRA
 
Apesar de nestes 70 anos Israel se ter tornado numa das maiores potências econômicas, científicas e militares do mundo, um fato já de si sobrenatural, a Palavra de Deus afirma que os melhores frutos da figueira (Israel) ainda estão para vir, quando o Messias vier de novo visitar a Sua Terra e ali instalar o Seu trono de juízo, justiça e paz. Tal como em breve contamos abordar no artigo "A Extraordinária Profecia dos Ossos Secos", os profetas anunciaram que o retorno dos judeus à Terra de Israel nos "últimos dias" seria inicialmente apenas físico, mas que seria posteriormente complementado de um grande reavivamento espiritual.
 
Primeiramente foi então o renascimento físico, já iniciado desde o início do século XX:"Tomar-vos-ei de entre as nações, e vos congregarei de todos os países, e vos trarei para a vossa terra" - Ezequiel 36:24.
 
Só depois desta primeira fase é que se dará o renascimento espiritual"Então aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei" - Ezequiel 36:25.
 
Aquilo que Deus está para fazer ainda com o Seu povo eleito é impressionante! Se já o é o renascimento físico e a posição de Israel "como cabeça, e não por cauda" entre as nações do mundo, imagine-se o que será então o renascimento espiritual, quando o Senhor Deus colocar dentro dos judeus "um coração novo e um espírito novo"!
 
"Porei dentro em vós o Meu Espírito, e farei que andeis nos Meus estatutos, guardeis os Meus juízos e os observeis. Habitareis na terra que Eu dei a vossos pais; vós sereis o Meu povo, e Eu serei o vosso Deus" - Ezequiel 36:26-28.
 
É isso certamente que o apóstolo Paulo tinha em mente quando, fascinado com o grande plano restaurador de Deus para com o Seu povo, jamais rejeitado por Ele - "Terá Deus, porventura, rejeitado o Seu povo? De modo nenhum!" - Romanos 11:1 - ele afirma que o "restabelecimento" do povo judeu será "vida dentre os mortos" para o mundo inteiro. 
 
Paulo adianta ainda que o"endurecimento" de Israel, ou seja, a esterilidade da figueira, é temporário:
 
"...veio endurecimento em parte a Israel, até que haja entrado a plenitude dos gentios. E assim todo o Israel será salvo" - Romanos 11:25-26.
 
E tal como o profeta Jeremias há 2.600 anos declarou: "Disse-me o Senhor: Eu velo sobre a Minha palavra para a cumprir"(Jeremias 1:12), assim também Paulo muitos anos depois confirma esse inviolável e irrevogável projeto de Deus para o Seu povo:"Porque os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis"(Romanos 11:29), ou seja: o que o Senhor Deus tem prometido fazer ao Seu povo, trazendo-o de volta à sua Terra, abençoando-o e prosperando-o ali, Ele completará com o renascer espiritual daqueles corações tão endurecidos pelo sofrimento e rebeldia, mas finalmente quebrantados pela revelação do eterno amor redentor do Messias para com a nação de Israel.
 
Fonte: Shalom, Israel!

Comentários

Cristina em 22/04/2018 17:41:47
Isaias 66,8 fala do nascimento de Israel em um dia, 29-11-1947 após as dores de parto (a diáspora de quase 1.900 anos) e Sião dá à luz seus filhos(plural). Ou seja, os judeus em sua terra. No capitulo
Cristina em 22/04/2018 17:28:41
O profeta Isaias continua: "Quem ja
Cristina em 22/04/2018 17:27:16
Irmaos a mensagem é maravilhosa e correta, há apenas um equívoco. A Palavra diz: "Antes que estivesse de parto deu a luz:; antes que lhe viessem deu à luz um filho". Isaias 66 , 7 Ou seja, antes das dores de partou que culminou com o nazismo, "deu à luz um filho", Jesus que nasceu judeu.
Wander carlos em 22/04/2018 08:56:13
D'us é Bom.......D'us é Grande.... D'us é Maravilhoso...........Am Yisrael Chai
Luiz Carlos Sim Andrade em 22/04/2018 05:46:43
Por favor, mim deixe enformado sobre essa nação. Pois não conheço uma outra nação onde um DEUS a escolheu o si.
Eloisa Gasparini Lage em 22/04/2018 01:18:44
A mensagem da figueira brotando ,folhas ,flores e frutis me encheu de alegria ,esperanca ,nas promessas do Eterno Nosso Senhor !O povo de Deus estabelecido em sua terra prometida ,dirigindo um mundo novo de paz !

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||