Após encontro com Abbas, Trump diz que os palestinos estão 'prontos para buscar a paz'

23 de maio de 2017. 

 

O presidente americano Donald Trump se comprometeu, nesta terça-feira (23), em Belém, na Cisjordânia ocupada, a "fazer tudo" para ajudar israelenses e palestinos a alcançar um acordo de paz. Após uma reunião com o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, ele afirmou que os palestinos estão "prontos para buscar um acordo de paz".

"A paz é uma escolha que devemos fazer a cada dia e os Estados Unidos estão aqui para ajudar a tornar este sonho possível", declarou Trump ao lado de Abbas.

"Estou comprometido a tentar alcançar um acordo de paz entre os israelenses e os palestinos, e tenho a intenção de fazer tudo o que for possível para ajudá-los a alcançar este objetivo", disse Trump.

"O presidente Abbas me assegura que está preparado para trabalhar de boa fé sobre este objetivo e o primeiro-ministro (israelense Benjamin) Netanyahu me prometeu o mesmo", completou, um dia depois de uma reunião com o chefe de Governo de Israel.

Abbas defendeu a solução de dois Estados, que implica a criação de um Estado palestino independente, tema sobre o qual Trump não falou nada.

"Reitero, mais uma vez, nossa posição que é a de dois Estados ao longo das fronteiras de 1967. Um Estado palestino com a capital em Jerusalém Oriental que viva ao lado do Estado de Israel, com segurança e paz", disse Abbas.

Trump parece ter tomado distância nos últimos meses desta solução, que é a referência histórica da diplomacia internacional e americana em particular.

"Estamos prontos para abrir o diálogo com nossos vizinhos israelenses para reforçar a confiança e criar uma verdadeira oportunidade para a paz", completou Abbas.

O presidente palestino destacou que seu "problema fundamental não é contra o judaísmo como religião e sim contra a ocupação, a colonização e a recusa dos israelenses em reconhecer o Estado da Palestina, como nós fizemos com eles".

Trump destacou, ao abordar outras questões, a necessidade de estimular o potencial da economia palestina, "que se encontra em uma etapa difícil".

Medidas a favor dos palestinos

O governo israelense adotou no domingo, a pedido de Trump, algumas medidas para facilitar a vida dos palestinos e favorecer sua economia, especialmente as viagens ao exterior e os deslocamentos de dezenas de milhares de palestinos que trabalham em Israel.

Abbas recebeu o presidente americano no palácio presidencial de Belém. Trump chegou ao local em um comboio que passou pelo muro construído por Israel para "proteger" o país dos ataques palestinos e pelo não menos impressionante 'checkpoint' que controla a passagem de Belém a Jerusalém.

Trump teve condições assim de contemplar a realidade da convivência entre israelenses e palestinos, depois de iniciar, na segunda-feira em Jerusalém, sua caminhada em um dos conflitos mais antigos do planeta.

Grande parte da cidade de Belém vive à sombra do muro, uma "barreira de segurança" para os israelenses e um "muro do apartheid" para os palestinos.

Na estrada, no entanto, foi colocada uma grande faixa com a frase, em inglês: "A cidade da paz saúda o homem da paz". Além disso, o caminho estava repleto de bandeiras americanas e era vigiado pelas forças de segurança palestinas.

Na segunda-feira, em Jerusalém, Trump destacou ao lado do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, que "de todos os acordos", o de Israel com os palestinos "é um dos mais duros, mas tenho a impressão de que acabaremos conseguindo. Espero".

Primeira viagem internacional como presidente

Após visitar Arábia Saudita, Israel e a Cisjordânia, Trump irá para a Europa. Depois de se encontrar com líderes muçulmanos na Arábia Sauditas, visitar locais sagrados em Jerusalém para católicos e judeus em Jerusalém, Trump irá se encontrar com o Papa Francisco, no Vaticano, na quarta-feira (24), segundo a CNN.

Fonte: G1

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||