A Reconstrução do Terceiro Templo

16 de agosto de 2016.

 

Há quase 2 mil anos os romanos destruíram e arrasaram por completo o 2º Templo construído pelo rei Herodes e onde o Messias Jesus andou, pregando, ensinando e operando grandes milagres.
 
Passados esses 2 milênios de Diáspora, os judeus anseiam cada vez mais pela construção do seu ambicionado 3º Templo, na sua capital Jerusalém.
 
Durante este fim de semana milhares de judeus ajuntaram-se junto ao Muro, para lembrar e lamentar o Dia da destruição dos 2 Templos, o "Tisha B'Av" (o dia nono do mês Av). 
 
Por incrível que pareça, os 2 Templos, ainda que destruídos com uma distância de cerca de 656 anos, sofreram a ruína exatamente no mesmo dia do mês.
 
Mas este dia ontem comemorado não ficou conhecido apenas pela destruição dos Templos. Exatamente no mesmo dia do ano várias tragédias ligadas ao povo judeu tiveram ocorreram: 
 
- O decreto de Números 13 e 14 de que os judeus não entrariam na Terra Prometida até que toda aquela geração se extinguisse devido à descrença e murmuração contra o Senhor.
 
- O esmagamento da revolta judaica de Bar Kokhbah, resultando na pilhagem de Jerusalém e a matança de 600.000 judeus pelo império romano.
 
- A expulsão dos judeus da Grã-Bretanha em 1290.
 
- A expulsão dos judeus da Espanha pelo rei Fernando e rainha Isabel em 1492.
 
- Início da I Guerra Mundial em 1914, causando indescritíveis sofrimentos aos judeus da Europa e "Palestina", lançando a base para a II Guerra Mundial e o Holocausto.
 
- Neste mesmo dia, em 2005, 9 mil judeus foram expulsos da Faixa de Gaza, por mãos do próprio governo israelita. Isso fez com que o Hamas criasse uma zona para o lançamento de milhares de foguetes explosivos contra Israel, obrigando este a intervir por 3 vezes para acabar com esses ataques terroristas.
 
Os eventos comemorativos deste trágico dia incluíram um enorme ajuntamento junto ao Muro Ocidental, desfiles à volta das muralhas de Jerusalém e leituras do Livro de Lamentações de Jeremias. 
 
Mas muitos dos discursos proferidos no dia de ontem não visavam tanto as tragédias do passado, mas antes a esperança no futuro, na redenção, e isso inclui para os judeus a construção do Templo em Jerusalém.
 
Para os judeus, o Monte do Templo e o próprio Templo são o coração da nação de Israel, não podendo haver coração sem corpo.
 
Para outros rabinos presentes nas comemorações, a reconstrução de Jerusalém só ficará completa com a edificação de um novo Templo: "Estamos todos aqui para declarar que temos regressado a Jerusalém e, querendo, Deus, prepararemos os corações do povo para retornarem ao Monte do Templo, bem como para reconstruírem o Templo. Não nos envergonhamos de o dizer: queremos reconstruir o Templo no Monte do Templo!"
 
Outros judeus afirmaram que durante 2 mil anos o povo judeu vivenciou os textos do Livro de Lamentações, mas que agora é tempo para deixar de lamentar e agir.
 
Nesta passada semana o "Instituto do Templo" lançou um video à escala mundial, apelando a todos os judeus de todo o mundo que"é tempo para se reconstruir o Templo."
 
NAPOLEÃO BONAPARTE E A RECONSTRUÇÃO DO TEMPLO
 
Conta-se que Napoleão Bonaparte passeava-se certa noite por uma rua, quando viu uma sinagoga iluminada por algumas candeias e pessoas sentadas no chão numa atitude de lamentação.
 
Questionando sobre que catástrofe teria caído sobre aquela pobre gente, foi dito ao imperador que aquela gente lamentava a destruição do seu santo Templo em Jerusalém. Napoleão estava convencido de que teria sido uma tragédia recente, mas após ter ouvido que era algo que tinha acontecido há quase 2 mil anos atrás, diz-se que ele comentou: "Um povo que há milênios lamenta pelo seu Templo também viverá para vê-lo reconstruído."
 
E assim será, sem dúvida...!
 
Fonte: Shalom, Israel! 

Comentários

claudia cristina da silva falcao em 17/08/2016 11:12:18
É verdade mesmo

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||