A exemplo dos EUA, presidente da Guatemala vai a Israel para abrir embaixada em Jerusalém

15 de maio de 2018.

 

O presidente da Guatemala, Jimmy Morales, chegou a Israel para participar da cerimônia de abertura da embaixada do país em Jerusalém, informou o governo guatemalteco em comunicado divulgado na terça-feira (15).

Morales decidiu transferir a embaixada do país de Tel-Aviv para Jerusalém em dezembro de 2017, depois que um anúncio semelhante foi feito pelo presidente dos EUA, Donald Trump.

De acordo com o comunicado de imprensa, a cerimônia de inauguração da embaixada será realizada na quarta-feira (16). No mesmo dia, o presidente guatemalteco se reunirá com seu com o presidente israelense Reuven Rivlin, o primeiro-ministro do país, Benjamin Netanyahu, e com os compatriotas residentes em Israel.

A visita de Morales se dá em um momento de protestos na Faixa de Gaza que acontecem desde o dia 30 de março e tiveram seu pior momento na segunda-feira (14), quando Israel celebrou seu 70º aniversário e os EUA inauguraram a embaixada em jerusalém. Mais de 60 pessoas, incluindo crianças, foram mortas pelo exército de Israel. Outras 2,7 mil pessoas ficaram feridas.

Israel considera Jerusalém como sua capital, incluindo os distritos orientais da cidade. A comunidade internacional não reconhece a anexação de Jerusalém Oriental e acredita que o status da cidade deveria ser determinado com base em um acordo com os palestinos, que reivindicam a parte oriental de Jerusalém.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/oriente_medio_africa/2018051511226421-eua-israel-guatemala-embaixada-jerusalem/ 

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||