A caminho de Washington, Netanyahu acredita que a aliança Israel - EUA "Irá se fortalecer"

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

13 de fevereiro de 2017.

 

Pouco antes de embarcar com a esposa para o seu primeiro encontro oficial com o presidente norte-americano Donald Trump, o primeiro-ministro Netanyahu afirmou-se otimista, alegando que a aliança entre Israel e os EUA sempre foi forte e irá ainda fortalecer-se num determinado número de áreas, agora que Netanyhau e Trump olharão "olhos nos olhos."
 
Para além deste importantíssimo encontro com o novo presidente norte-americano, Netanyahu terá também reuniões com o vice-presidente Mike Pence, com o secretário de estado Rex Tillerson, e com líderes do Congresso e do Senado.
 
Segundo declarações de Netanyahu, na reunião realizada ontem no gabinete ministerial, o primeiro-ministro afirmou que "irá dirigir e conduzir" a aliança histórica "para o bem dos nossos interesses nacionais e para o bem dos cidadãos de Israel."
 
"NÃO A UM ESTADO PALESTINO"
 
Apesar de se saber que Trump defende a solução 2 estados, Netanyahu foi aconselhado por vários ministros a rejeitar a solução 2 estados. O ministro para os Transportes foi bem claro: "Israel tem de dizer alto e bom som: não a um estado palestino. Sim a uma Jerusalém expandida, completa e unida sob soberania israelita."
 
Fonte: Shalom, Israel!

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||