14 votos a 1: EUA vetam resolução da ONU contra decisão de Trump sobre Jerusalém

18 de dezembro de 2017.

 

Os Estados Unidos utilizaram seu poder de veto nesta segunda-feira (18) para barrar a resolução contrária ao reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

Todos os outros 14 membros do Conselho de Segurança apoiaram a resolução apresentada pelo Egito, que participa do órgão como membro rotativo, mas a embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, utilizou o poder de veto detido por Washington.

Em 6 de dezembro, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, quebrou uma tradição diplomática e decidiu declarar Jerusalém como capital de Israel e ordenar a transferência da embaixada dos EUA para a cidade.

 

A resolução da ONU estabelecia que os países deveriam interromper o estabelecimento de missões diplomáticas em Jerusalém. 

Haley disse que os Estados Unidos geralmente não usam seu poder de veto, mas foram "forçados" a fazê-lo. A embaixadora dos EUA na ONU afirmou que nenhum país determinará onde Washington irá implantar sua embaixada. 

 

 

Ela também disse que os Estados Unidos continuam empenhados em encontrar uma solução de dos Estados para o conflito entre Israel e Palestina.

O porta-voz do presidente da Palestina, Mahmud Abbas, afirmou que o veto é "inaceitável e ameaça a estabilidade da comunidade internacional porque não a respeita".

 

 

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/mundo/2017121810098712-conselho-seguranca-eua-barra-resolucao-condena-israel-palestina-veto/

 
A resolução da ONU estabelecia que os países deveriam interromper o estabelecimento de missões diplomáticas em Jerusalém. 

 

Haley disse que os Estados Unidos geralmente não usam seu poder de veto, mas foram "forçados" a fazê-lo. A embaixadora dos EUA na ONU afirmou que nenhum país determinará onde Washington irá implantar sua embaixada.

Ela também disse que os Estados Unidos continuam empenhados em encontrar uma solução de dois Estados para o conflito entre Israel e Palestina.

O porta-voz do presidente da Palestina, Mahmud Abbas, afirmou que o veto é "inaceitável e ameaça a estabilidade da comunidade internacional porque não a respeita".

 

 

Comentários

Leni Silva Miyashiro em 19/12/2017 16:35:58
Sim concordo todo pais tem a sua capital , portanto Israel também tem este direito,mesmo porque há mais de três mil anos Jerusalém pertence ao povo de Israel, resolução assinada pelo eterno Deus. O rei Davi e seus guerreiros conquistou esse direito. E depois sucessivas guerras contra os inimigos vizinhos Israel venceu, Nada mais justo,

Enviar comentário

voltar para Israel

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||