Ucrânia incentiva a OTAN de aumentar presença no mar Negro

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

21 de abril de 2016.

A proposta da criação da esquadra da Aliança no mar Negro, apresentada anteriormente pela Romênia, recebeu o apoio de Kiev.

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, declarou estar pronto de incluir navios do país no agrupamneto se a chefia da OTAN favorece a iniciativa.

"A situação na área de segurança no mar Negro passou por transformações dramáticas e exige novas abordagens, novas iniciativas, novas decisões. Apoiamos a proposta da România de criação da esquadra conjunta da OTAN no mar Negro, à qual estamos prontos de aderir", disse Poroshenko depois do encontro com seu homólogo romeno.

No início do ano a Romênia ofereceu a seus parceiros na Aliança de criar a esquadra no mar Negro, convidando os EUA, Alemanhã, Itália e Turquia de participar da iniciativa.

Comentando sobre o assunto, o ex-comandante da esquadra russa na Crimeia almirante Vladimir Komoedov, que preside hoje em dia a comissão parlamentar para assuntos de segurança disse que não vêe sentido nenhum na participação ucraniana nesse agrupamento naval eventual.

Já o governador de Sevastopol, contra-almirante Sergei Menyailo, chamou a frota ucraniana de "um lastro", que "não conseguirá chegar até as águas territoriais russas em caso de conflito armado".

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||