Turquia enfrenta onda de terrorismo, diz Erdogan

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

21 de março de 2016.

A Turquia enfrenta uma das maiores ondas de terrorismo de sua história, afirmou nesta segunda-feira o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, que prometeu atingir os rebeldes curdos e o grupo Estado Islâmico (EI) após os últimos atentados.

"Vamos atingir estas organizações terroristas da maneira mais forte", disse Erdogan em um discurso público em Istambul.

"Diante das novas estratégias dos terroristas, desenvolveremos novas formas de combate e venceremos rapidamente", acrescentou.

"Não combatemos a democracia, mas o terrorismo, não combatemos os direitos humanos, mas os terroristas", disse o presidente turco, respondendo aos que o acusam de uma guinada autoritária.

Erdogan também colocou em xeque a sinceridade dos países da União Europeia (UE) na luta contra os curdos, que segundo ele "podem levantar uma tenda de campanha em Bruxelas em frente ao edifício do Conselho Europeu".

"Atrás do edifício onde assinamos o acordo (turco-europeu de 19 de março sobre os migrantes em Bruxelas), a organização terrorista ergue uma tenda de campanha", disse Erdogan referindo-se ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

"Como é possível que a União Europeia, que considera esta organização como terrorista, possa tolerar tal situação?", se perguntou. "Onde está a sinceridade, a honestidade? É uma hipocrisia", insistiu o homem forte da Turquia.

No domingo, a Turquia convocou o embaixador da Bélgica em Ancara para protestar pela instalação, perto da sede da Comissão Europeia, de uma tenda de campanha do PKK.

Fonte: AFP.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||