Tropas sírias se preparam para entrar em Al-Bab

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

30 de novembro de 2016.

Segundo informações recebidas pelo correspondente da Sputnik Turquia, os bombardeios realizados pelas aeronaves militares sírias contra posições do Exército Livre da Síria (ELS) na área de Al-Bab e a aproximação das forças do governo sírio aos limites da cidade pararam o avanço dos combatentes do ELS apoiados pela Turquia.

Entretanto, conforme o relatório da Sputnik Turquia, as Forças Democráticas da Síria, que incluem unidades curdas de autodefesa YPG, também avançam a partir de Afrin e Manbij em direção a Al-Bab para, depois de a tomar sob seu controle, consolidar os cantões curdos de Afrin e Kobani.

Enquanto isso, forças do governo sírio com 10 mil efetivos estão obtendo sucessos significativos na operação para libertar Al-Bab. O exército sírio, com apoio das Forças Aeroespaciais da Rússia e da Síria, libertou dos terroristas a maioria das povoações ao oeste de Al-Bab. É relatado que faltam ao exército sírio cerca de 3 km até chegar à cidade.
 
No âmbito da operação, o exército sírio conseguiu libertar do Daesh o povoado de Azrak, que na semana passada sofreu um ataque aéreo das tropas turcas. Perto do povoado atualmente estão decorrendo confrontos violentos com os militantes do Daesh. De acordo com fontes no exército sírio, durante a operação foram eliminados 23 terroristas do Daesh.

Entretanto, de acordo com o correspondente da Sputnik, ontem à noite, os militantes do Daesh raptaram dois soldados turcos que se encontravam perto do povoado de Ed Dana, ao oeste de Al-Bab, no âmbito da operação Escudo do Eufrates. Foi relatado que os soldados turcos foram capturados durante um ataque jihadista com utilização das armas pesadas e depois foram levados primeiramente para Al-Bab e depois para Raqqa.
 
Recordamos que, desde 30 de setembro de 2015, os militantes do Daesh mantêm na prisão de Raqqa um soldado da Força Aérea turca, Alper Tas, que foi capturado na fronteira turco-síria na região de Kilis.
 
Fonte: Sputnik

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||