Tensão continua aumentando na fronteira indo-paquistanesa na região de Kashmir

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

07 de setembro de 2016.

 

Durante esses dias a maioria das pessoas especulam se vai ou não vai haver outra guerra mundial. É possível que se inicie em lugares como a Síria, Ucrânia, ou a Coreia do Norte.

No entanto, todo mundo parece estar com vista para uma disputa de longa data na fronteira entre a Índia e o Paquistão, que está borbulhando, mais uma vez entre as duas nações que possuem armamentos nucleares.

Na terça-feira (06 de setembro) o governo indiano acusou o Paquistão de ter violado um acordo de cessar-fogo no estado de Jammu e Caxemira (muitas vezes referidos como simplesmente Kashmir), uma área que tem sido muito disputada entre a Índia, Paquistão e China há décadas.

 

A Índia afirma que soldados paquistaneses 'indiscriminadamente' atacaram vários postos do Exército indiano na cidade de Poonch com pequenas armas de fogo e morteiros.

De acordo com um porta-voz do Ministério da Defesa da Índia, os soldados indianos foram retomando fogo de forma intermitente, embora sem vítimas têm sido relatados até o momento. 8.000 civis já foram evacuados da área.

Esta é a terceira vez neste Verão que o governo indiano acusa que o Paquistão violou o acordo de cessar-fogo. No dia 2 de setembro soldados paquistaneses dispararam contra um posto militar indiano no setor de Akhnoor da Caxemira, e em 14 de agosto, uma mulher de 50 anos foi ferida em um ataque em Poonch.

The Daily Sheeple

Fonte: Um Novo Despertar.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||