Soldado da Coreia do Norte foge para a Coreia do Sul

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

21 de dezembro de 2017.

 

Soldados da Coreia do Sul dispararam 20 tiros de metralhadora como advertência nesta quinta (21), afugentando soldados norte-coreanos que aparentemente perseguiam um colega que atravessou a fronteira dos dois países mais cedo, segundo oficiais. Esta é a quarta vez este ano que um soldado da Coreia do Norte deserta através da fronteira mais fortemente armada do mundo.

Militares sul-coreanos disseram ter ouvido disparos do Norte após soldados de seu país terem disparado os tiros de advertência, mas não ficou claro se era uma retaliação. Nenhum dos lados relatou mortos ou feridos.

Soldados norte-coreanos ocasionalmente fogem pela fronteira terrestre, mas poucas deserções foram tão dramáticas quanto a que ocorreu em novembro, quando um soldado cruzou em um espaço diferente, bastante público – uma área controlada conjuntamente que é a única parte onde tropas rivais ficam frente a frente a poucos metros.

Esse soldado foi baleado cinco vezes por seus ex-colegas em uma fuga flagrada em vídeo. Ele está se recuperando em um hospital. O local dessa deserção é familiar a muitos turistas estrangeiros, que podem visitar as cabanas azuis próximas da linha entre os rivais.

A deserção desta quinta aconteceu em uma seção muito mais remota da Zona Desmilitarizada de 4 quilômetros, que serve como fronteira entre as duas Coreias. Quando o soldado fugitivo – segundo relatos um jovem de 19 anos – chegou ao posto de guarda do lado Sul, não houve disparos do lado Norte, de acordo com autoridades sul-coreanas. O porta-voz Roh Jae-cheon diz que o motivo da deserção está sob investigação.

Mais tarde, porém, os militares sul-coreanos detectaram vários soldados norte-coreanos se aproximando da linha entre os dois países na Zona Desmilitarizada, o que os fez transmitir um alerta sonoro e disparar os 20 tiros de advertência.

Acredita-se que os soldados norte-coreanos que se aproximaram da linha estavam em uma missão em busca do colega desertor. Eles retornaram ao Norte após os tiros de advertência. Cerca de 40 minutos depois, militares ouviram por duas vezes várias rodadas de disparos do lado norte-coreano da fronteira. Nenhuma bala norte-coreana foi encontrada do lado Sul, segundo oficiais.

Essa deserção mais recente foi a quarta de um soldado norte-coreano através da Zona Desmilitarizada este ano, segundo o Ministério da Defesa. Cerca de 30 mil norte-coreanos já fugiram para a Coreia do Sul, a maioria através da China, desde o fim da guerra da Coreia, em 1953.

Fonte: AP

 

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||