Rússia vai retaliar se OTAN introduzir força militar no mar Negro

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

15 de dezembro de 2016.

A Rússia responderá adequadamente ao reforço da infraestrutura militar da OTAN perto das suas fronteiras, afirmou o chefe do Departamento para Cooperação Europeia do Ministério das Relações Exteriores russo à Sputnik.

"O fortalecimento da infraestrutura militar da OTAN perto das fronteiras russas vai continuar, sendo assim, retaliaremos devidamente", frisou Andrei Kelin.
 
Ele acrescentou ser pouco provável que a política da OTAN mude após a posse de Donald Trump, embora seja muito difícil prever os pormenores da sua governança neste momento.
 
"Por isso que, mesmo levando em consideração que o novo presidente norte-americano está prestes a assumir funções, eu acredito que não há base alguma para acreditar que estas decisões [de reforçar a presença da OTAN no Leste europeu e no mar Negro], que são verdadeiramente conflituosas, que exercerão pressão sobre a Rússia, não serão postas em prática. Elas serão executadas, pois a burocracia da OTAN não permitirá que não sejam", acrescentou o diplomata.
 
Fonte: Sputnik

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||