Rússia faz primeiros ataques aéreos no sul da Síria desde a trégua de 2017, diz ONG

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

23 de junho de 2018.

 

A Rússia bombardeou áreas controladas pelos rebeldes no sul da Síria neste sábado (23), pela primeira vez desde que fechou um acordo de cessar-fogo há quase um ano, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Segundo a OSDH, cerca de 25 ataques atingiram localidades controladas pelos rebeldes na zona leste de Deraa, província do sul da Síria que foi alvo de crescentes bombardeios do regime nos últimos dias antes de uma previsível ofensiva por terra.

A ONG, com sede no Reino Unido, não informou sobre possíveis mortos.

Fim da trégua

Em julho do ano passado, Rússia, Estados Unidos e Jordânia decidiram criar uma zona de distensão em partes controladas pelos rebeldes no sul da Síria para que as hostilidades na zona chegassem ao fim.

Desde então, os aviões de guerra de Moscou, que atuam na Síria desde 2015, não haviam bombardeado posições rebeldes no sul.

A violência, entretanto, aumentou nesta semana, em um momento em que as forças governamentais sírias pretendem recuperar o sul militarmente.

As forças leais ao presidente Bashar al Assad começaram a intensificar seus bombardeios aéreos e disparos de artilharia na área na terça-feira e pelo menos 19 civis morreram desde então nas zonas controladas pelos rebeldes, segundo o OSDH.

Fonte: AFP

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||