Rússia e China protestam na ONU contra exercícios dos EUA perto da Coreia do Norte

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

29 de abril de 2017. 

 

A Rússia apoiou a proposta da China neste sábado (29) no Conselho de Segurança da ONU sobre o fim dos testes de mísseis de Pyongyang em troca do fim dos exercícios dos EUA e Coreia do Sul perto da Coreia do Norte.

Foi observado que os membros do Conselho de Segurança por unanimidade pediram que a Coreia do Norte abandonasse os testes nucleares e de mísseis, implementando as resoluções pertinentes do Conselho de Segurança da ONU. 

"Neste contexto, a Federação da Rússia apoiou a proposta chinesa por uma 'suspensão dupla' [interromper os mísseis de Pyongyang e os testes nucleares em troca da renúncia dos exercícios militares EUA-Coreia do Sul perto da Coreia do Norte] como ponto de partida para o início de negociações políticas", diz o comunicado do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, divulgado no site da chancelaria. 

De acordo com a nota, não foram tomadas decisões pertinentes à reunião do Conselho de Segurança.

Na última quinta-feira, a Coreia do Norte realizou mais um teste de míssil balístico, mas, de acordo com dados dos EUA, Coreia do Sul e Japão, o teste foi um fracasso.

As negociações entre seis países sobre desnuclearização da península Coreana foram iniciadas em 2003.  Os diplomatas da Rússia, Coreia do Norte, EUA, China, Japão e Coreia do Sul são os seis países. Em resultado, Pyongyang não apenas interrompeu seu programa nuclear, mas também iniciou a desmontagem do seu reator do Centro da Pesquisa Científica Nuclear de Yongbyon.

Desde 2008, o diálogo entrou em um beco sem saída: EUA e Coreia do Norte não conseguiram chegar a um acordo quanto às visitas de controle dos programas nucleares de Pyongyang, ao mesmo tempo, Japão e Coreia do Sul se opuseram a fornecer combustível às usinas norte-coreanas, como acordo pelas partes.

Recentemente, a tensão entre Coreia do Norte e EUA se agravou tão fortemente que vários especialistas já começaram a falar sobre a possibilidade de um conflito armado na região.

Ambos os países trocam acusações pela troca de provocações – a Coreia do Norte realiza testes de mísseis um após outro e os EUA realizam na região manobras cada vez mais assustadoras com a Coreia do Sul. Ao mesmo tempo, EUA estão negociando com a China sobre as medidas contra o programa nuclear norte-coreano.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/mundo/201704298280944-russia-china-onu-coreia-norte/

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||