Rússia detém na Crimeia ex-militar acusado de espionar para a Ucrânia

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

24 de novembro de 2016.

O Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB, antiga KGB) informou nesta quinta-feira da detenção no porto de Sebastopol (Crimeia) de um ex-militar do Estado-Maior da Frota russa do Mar Negro acusado de espionar para a Ucrânia.

"No dia 22 de novembro, o FSB deteve em Sebastopol o capitão de fragata Leonid Parjomenko, ex-membro do Estado-Maior da Frota do Mar Negro. Por incumbência da direção geral de Inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia, recolhia dados secretos sobre a atividade da Frota", informou o FSB para a imprensa russa.

O militar reformado foi acusado de traição ao Estado, acusação pela qual poderia ser condenado a 20 anos de prisão.

A detenção de Parjomenko aconteceu no mesmo dia em que a Rússia denunciou a detenção ilegal pelos serviços secretos ucranianos de dois de seus militares em uma passagem de fronteira entre Ucrânia e Crimeia, anexada por Moscou em março de 2014.

Fonte: EFE

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||