Rússia construiu bomba planadora praticamente invisível no radar

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

11 de setembro de 2016.

 

Rússia construiu uma bomba planadora diferente de qualquer outra no mundo, escreve o jornal online Svobodnaya Pressa citando Vladimir Porhachev, diretor-geral da empresa científico-industrial Basalt.

A nova bomba Drel (broca em russo) é praticamente invisível ao radar e tem um alcance de mais de 30 quilômetros.

"A bomba não tem motor. Quando cai, ela adquire seu alvo com a ajuda do sistema de navegação global por satélite GLONASS.  A carga de fragmentação se abre a uma altitude de 250 metros. Espero que a bomba passe todos os testes antes do fim deste ano", disse Vladimir Porhachev.

A bomba tem 3 metros de comprimento, quase meio metro de largura e pesa 540 kg. As altitudes de lançamento variam de 14 quilômetros até apenas 100 metros. A bomba está equipada com elementos térmico e de radar e é imune às contramedidas eletrônicas.

Apesar do alcance efetivo da Drel de mais de 30 quilômetros ser quatro vezes menor do que o da bomba GBU-39 americana (110 km), sua relação explosivos-massa é melhor.

A bomba Drel, desenvolvida principalmente para os caças de nova geração T-50, é uma bomba furtiva, o que significa que ela não será detectada por sistemas antimísseis de infravermelhos, mesmo que fique menos invisível ao radar.

Além disso, as submunições russas são consideravelmente mais destrutivas do que seus análogos americanos, com uma única carga capaz de eliminar até dez tanques, escreve o jornal.

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||