Rússia atacará quem violar trégua na Síria se EUA não aprovarem mecanismo conjunto

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

21 de março de 2016.

A Rússia não irá tolerar as ações de terroristas na Síria mesmo se eles se disfarçarem de oposição moderada, disse à RIA Novosti o presidente do Comitê de Defesa do Conselho da Federação da Rússia (câmara alta do parlamento) Viktor Ozerov.

“Se os terroristas se disfarçarem de oposição moderada, declararem adesão ao regime de cessar-fogo mas de fato fizerem isso apenas para criar condições favoráveis para realização de novos ataques, então, com certeza, a Rússia não irá deixar passar em branco [as ações de] tais grupos”, disse.

Além disso, o Estado-Maior da Rússia manifestou hoje (21) que, a partir de 22 de março, a Rússia irá unilateralmente controlar o cessar-fogo sírio se Washington falhar em responder à proposta de Moscou sobre um mecanismo conjunto de controle.

“Em caso de ausência de resposta dos EUA a estas propostas, a Federação da Rússia irá começar a aplicar unilateralmente as regras estipuladas no acordo a partir de 22 de março”,  disse o chefe da Direção Operacional Geral do Estado-Maior do Exército russo, Sergei Rudskoy.

Porém, ele sublinhou que a força militar será usada somente no caso de evidências confiáveis de violações sistemáticas da trégua síria por grupos armados. 

No dia 22 de fevereiro, Rússia e Estados Unidos chegaram a um acordo para um cessar-fogo na Síria. O acordo entrou em vigor no dia 27 de fevereiro, mas não se aplica ao Daesh nem à Frente Nusra, grupos terroristas em ação no país.

O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou, em 14 de março de 2016, a retirada parcial das forças russas da República Árabe da Síria. A presença militar de Moscou começou em 30 de setembro de 2015, quando o parlamento russo aprovou o envio de um grupo da Força Aeroespacial, após um pedido de Bashar Assad. O governo de Damasco pediu a ajuda russa no combate aos grupos terroristas Daesh e Frente al-Nusra.

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||