Rússia alerta Reino Unido: em caso de mais ações hostis, retaliação virá

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

18 de março de 2018.

 

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse ao embaixador do Reino Unido na Rússia neste sábado (17) que Moscou se reservou ao direito de tomar mais medidas de retaliação se Londres continuasse seus movimentos hostis, disse o embaixador da Rússia no Reino Unido, Alexander Yakovenko.

Neste sábado (17), o embaixador do Reino Unido na Rússia, Laurie Bristow, foi convocado para o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

"Em caso de ações mais hostis contra a Rússia, o lado russo reserva-se o direito de tomar mais medidas de retaliação — é o que o embaixador britânico disse no sábado", disse Yakovenko ao jornal Mail neste sábado (17). 

Ele rejeitou os temores de que a Rússia pudesse lançar uma guerra cibernética contra o Reino Unido.

"A Carta da ONU proíbe a ameaça ou o uso da força — esta é uma obrigação tanto para a Rússia como para o Reino Unido. […] Enquanto a Rússia é construtiva, os deputados e meios de comunicação britânicos, e com implícita conivência do Estado, estão sugerindo ciberataques contra a Rússia. Você não ouvirá esse tipo de coisa em Moscou", disse Yakovenko.

Na terça-feira (13), o jornal britânico The Times informou, citando uma fonte de gabinete britânico de alto escalão, que o governo do Reino Unido poderia considerar a possibilidade de organizar um ciberataque secreto contra a Rússia com o uso de software de hacking.

As relações entre Moscou e Londres se deterioraram no início de março depois que o ex-oficial de inteligência russo Sergei Skripal e sua filha foram encontrados inconscientes em um centro comercial na cidade de Salisbury. 

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, chegou a afirmar que era "altamente provável" que a Rússia fosse responsável pelo incidente. Já na quarta-feira (14), ela anunciou um pacote de medidas contra a Rússia, expulsando os diplomatas russos do país e a suspendendo contatos bilaterais entre Londres e Moscou.

Neste sábado (17), a Rússia anunciou medidas de retaliação contra o Reino Unido, declarando 23 funcionários da Embaixada do Reino Unido em Moscou personae non gratae em resposta ao movimento de Londres. O ministério também revogou seu acordo sobre abertura e operação do Consulado Geral do Reino Unido na cidade russa de São Petersburgo, de acordo com o comunicado. Além disso, foi tomada uma decisão para encerrar as atividades do British Council na Rússia, já que seu "status legal não foi determinado".

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/europa/2018031710762602-russia-reino-unido-skripal-retaliacao/

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||