Rússia acusa coalizão internacional de "crimes de guerra" no Iraque

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

22 de outubro de 2016.

 

O exército russo acusou neste sábado a coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos de "crimes de guerra" em seus bombardeios no Iraque após a morte de civis perto da cidade de Kirkuk, norte do país.

Em um comunicado, o porta-voz do exército, Igor Konashenkov, denuncia um bombardeio da coalizão contra a cidade de Dakuk, perto de Kirkuk, na sexta-feira, que, segundo ele, matou "dezenas de civis, incluindo mulheres e crianças 

"Observamos em várias ocasiões que estes bombardeios mortais (...), que apresentam todas as características dos crimes de guerra, se convertem praticamente em uma rotina diária para a aviação da coalizão internacional", afirma no comunicado. 

Na opinião do porta-voz "com muita frequência, os casamentos, procissões funerárias, hospitais, delegacias e comboios humanitários sofrem os ataques da coalizão".

A União Europeia e em particular o presidente francês, François Hollande, acusaram nos últimos dias a Rússia de "crimes de guerra" em seus ataques contra a cidade de Aleppo.

Fonte: AFP.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||