Pyongyang ameaça Seul e Washington com ataque preventivo

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

23 de fevereiro de 2016.

 

A Coreia do Norte ameaçou nesta terça-feira com "ataques preventivos" perante qualquer tentativa de acabar com o regime de Kim Jong-un, em referência aos exercícios militares conjuntos que Seul e Washington realizarão em março em território sul-coreano.

Através de um comunicado, o Comando Supremo do Exército da Coreia do Norte garantiu nesta terça-feira que entrará "em modo preventivo para fazer retroceder até o último homem das forças inimigas se houver um leve sinal de suas operações especiais".

O aviso divulgado em inglês pela agência estatal "KCNA" assegura que os "principais alvos" do Exército norte-coreano serão o escritório e a residência oficial da presidência da Coreia do Sul.

Seul e Washington planejam realizar o maior de seus exercícios conjuntos anuais até o momento no mês que vem em plena etapa de tensão na Península da Coreia após o recente teste nuclear e o lançamento de um foguete espacial realizados pelo Pyongyang.

Nas operações militares conjuntas deste ano em território sul-coreano serão envolvidos cerca de 15 mil soldados americanos, quase o dobro dos que participaram de 2015, segundo informou a agência sul-coreana Yonhap.

Os dois aliados realizam anualmente entre março e abril desde os anos 90 estes exercícios militares conjuntos, denominados Key Resolve e Foal Eagle, a fim de melhorar sua capacidade de defesa diante da Coreia do Norte.

Por sua vez, o regime norte-coreano os considera um teste de tentativa de invasão, por isso que sua realização sempre aumenta a tensão na zona. 

Fonte: EFE.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||