Putin: comportamento agressivo da OTAN está armando a Rússia

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

23 de junho de 2016.

As forças militares da OTAN

A Rússia vem sendo forçada a elevar o nível de suas defesas diante da crescente retórica agressiva da OTAN, declarou nesta quarta-feira (22) o presidente russo Vladimir Putin.

"A OTAN está reforçando a sua retórica agressiva e as suas ações agressivas nas imediações das nossas fonteiras. Nessas condições, temos a obrigação de dar uma atenção especial à resolução de problemas ligados ao aumento das capacidades de defesa do nosso país" – disse o líder russo.

A declaração foi feita durante um discurso para os deputados da Duma, a câmara baixa do parlamento russo.

Na semana passada, o vice-secretário do Conselho de Segurança da Rússia reiterou a informação de que Moscou dará uma "resposta simétrica e eficaz" para qualquer escalação da OTAN próximo às fonteiras russas.

A OTAN está discutindo, desde o início do ano, a intensificação da presença militar na Europa Oriental, com o possível envio de quatro novos batalhões para a Polônia e os três países bálticos. Este será um dos temas centrais na cúpula da aliança que está marcada para o julho e será realizada em Varsóvia. A 

A OTAN explica a necessidade do aumento de suas forças na Europa do Leste pela alegada crescente ameaça da Rússia.

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||