Porta-aviões russo Admiral Kuznetsov segue para o Mediterrâneo

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

22 de setembro de 2016.

O porta-aviões russo Admiral Kuznetsov partirá para uma longa viagem no mar Mediterrâneo equipado com todo seu armamento completo e com toda sua aviação embarcada, disse à RIA Novosti o chefe da aviação naval da Marinha russa, major-general Igor Kozhin.

Mais cedo, o ministro da Defesa russo Sergei Shoigu disse que o navio integrará a força operacional da Marinha russa no mar Mediterrâneo a partir do outono.

"Todo o espectro de aviões e helicópteros previsto na decisão do ministro da Defesa estará embarcado. Por isso, ele terá a bordo tudo o que lhe foi destinado", disse Kozhin respondendo à questão se o navio levará os novíssimos caças MiG-29Ka e helicópteros Ka-52Ka.

Ele acrescentou também que todas as preparações no navio já foram completadas e "tudo será colocado ao serviço".

O grupo aéreo embarcado do porta-aviões Admiral Kuznetsov inclui aviões de convés Su-33 e Su-25, bem como helicópteros Ka-27 ou Ka-29. Neste momento decorrem os testes do novo grupo aéreo composto por caças MiG-29Ka e helicópteros Ka-52Ka.

Há que lembrar que a tripulação do porta-aviões esteve realizando treinamentos desde julho. Segundo um funcionário da Frota do Norte, o navio praticou missões de defesa antimíssil e antissubmarino a fim de estar pronto para missões prolongadas.

Mais cedo, a revista norte-americana Foreign Policy opinou que o porta-aviões russo de 25 anos seria enviado para o mar Mediterrâneo para apoiar as forças do presidente sírio Bashar Assad. A publicação destaca que esta será a primeira missão militar do navio e o primeiro teste de combate real para seus caças MiG-29Ka. Também "é uma melhor chance para demonstrar as capacidades dos caças embarcados aos seus compradores potenciais como, por exemplo, a Índia".

O porta-aviões Admiral Kuznetsov, o único que a Marinha russa hoje possui, tem 302 metros de comprimento e 72 de boca. Tem um deslocamento de 55.000 toneladas, velocidade máxima de 29 nós e capacidade para acomodar mais de 50 aviões e helicópteros.

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||