OTAN pretende aumentar prontidão dos milhares de militares devido à 'agressão' russa

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

07 de novembro de 2016.

 

OTAN planeja colocar "centenas de milhares de militares" em regime de prontidão devido a crescente tensão com a Rússia, informa Times, citando o Secretário Geral da Aliança, Jens Stoltenberg.

De acordo com o jornal, a liderança da OTAN pretende preparar um número significativo de militares terrestres para possível confronto contra a "agressão russa".

Stoltenberg disse que, há anos, a Aliança observou o crescimento militar da Rússia, bem como o uso de ativa divulgação de tal crescimento entre seus aliados. Sendo assim, a OTAN “se vê obrigada a dar uma resposta” a Moscou com um reforço mais significativo de segurança coletiva desde o fim da Guerra Fria, disse ele.

“Nos exércitos dos países-membros da OTAN há bastante militares. Agora estamos examinando as opções de redução de tempo em prol do aumento dos militares destas tropas”, disse o secretário-geral da OTAN.
 
Fonte: Sputnik

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||