Otan diz se preparar para um mundo "com mais mísseis russos"

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

01 de março de 2019.

 

A OTAN deve se preparar para um mundo "com mais mísseis russos", apesar de a Aliança tenta salvar o tratado nuclear INF e evitar uma nova corrida por armas nucleares, declarou nesta sexta-feira o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg.

"Pedimos à Rússia que volte a se comprometer com o tratado INF [...] Ao mesmo tempo, devemos nos preparar para um mundo sem o tratado INF e com mais mísseis russos", declarou Stoltenberg em Sofia, após um encontro com o primeiro-ministro búlgaro Boiko Borissov.

Washington anunciou no começo de fevereiro sua retirada do tratado INF sobre as armas nucleares de meio alcance assinado em 1987, em plena Guerra Fria, para reduzir os riscos de um grande enfrentamento. Os Estados Unidos reprovam a Rússia ter violado o tratado.

Moscou respondeu suspendendo sua participação no tratado, denunciando "acusações imaginárias". Os observadores destacam o risco de uma nova corrida por armas nucleares. A Rússia anunciou ainda que nos próximos dois anos desenvolverá novos mísseis terrestres.

"Este tratado foi imprescindível para o controle de armamentos durante décadas. A OTAN não quer uma nova Guerra Fria, não queremos uma nova corrida de armamentos", acrescentou Stoltenberg.

Fonte: AFP

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||