Navios de combate chineses entram no território japonês

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

08 de setembro de 2016.

 

Três navios da guarda costeira chineses entraram na zona das ilhas disputadas Senkaku (nome chinês - Diaoyu), informa o serviço de segurança do mar do Japão.

A zona abrange 22,2 quilômetros entre a área econômica exclusiva e águas territoriais japonesas. No início de agosto, dois navios de patrulha e seis escunas entraram no território disputado. Tal façanha provocou críticas por parte de Tóquio. O embaixador da China foi chamado à chancelaria japonesa, onde foi declarado protesto drástico.

O serviço de segurança no mar está exigindo a saída dos navios chineses da zona, reforçando que eles não se aproximem das águas territoriais do Japão.

As ilhas de Senkaku (Diaoyu) são motivo de disputa territorial entre a China e o Japão. O Japão declara que ocupa a ilha desde 1895, Pequim afirma que mapas japoneses de 1783 e 1785 marcam as ilhas como território chinês.

Depois da Segunda Guerra Mundial, as ilhas, que eram controladas pelos EUA, foram transferidas para o Japão em 1972. Taiwan e China continental defendem que o Japão ocupa ilegalmente as ilhas. O Japão considera que a China e Taiwan começaram a reivindicar pelo território na década de 1970, depois de se tornar claro que as ilhas são ricas em recursos fósseis.

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||