Mídia: Merkel queria que Japão entrasse na OTAN

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

02 de maio de 2016.

A chanceler alemã Angela Merkel sugeriu ao premiê Shinzo Abe, em março de 2015, durante a sua visita a Tóquio, que o seu país entrasse na OTAN.

A respectiva informação foi divulgada pelo jornal The Japan News, a edição em inglês do jornal japonês Yomiuri.

“Shinzo, será que [o Japão] poderia se juntar à OTAN? Eu posso convencer o primeiro-ministro britânico [David] Cameron e o presidente francês [François] Hollande”, disse ela, de acordo com a edição.

Além disso, a mídia notou que, sendo a proposta de Merkel pouco possível, mesmo assim Abe respondeu, para não ser descortês e mostrar algum tipo de interesse, que isso “pode acontecer no futuro”.

O premiê japonês notou também que “se aderirmos agora, as nossas negociações com a Rússia serão interrompidas”.

The Japan News sublinha que a Rússia já por muito tempo vê negativamente o aumento da presença das forças da Aliança Atlântica na Europa. Caso Abe proclamasse publicamente o desejo do Japão de se juntar à aliança militar, as negociações sobre as disputas territoriais existentes com a Rússia seriam minadas.

Atualmente o Japão não faz parte da Aliança Atlântica, mas tal como o Afeganistão, Austrália e outros países, participa em um programa de parceria com a OTAN, que prevê a cooperação na luta contra a pirataria e a troca de tecnologias.

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||