Material radioativo roubado no Iraque gera preocupações

18 de fevereiro de 2016.

 

O Iraque está procurando material radioativo “altamente perigoso” roubado no ano passado, de acordo com um documento do Ministério do Meio Ambiente e sete autoridades dos setores ambiental, de segurança e das províncias, que temem que o material possa ser usado como arma se obtido pelo Estado Islâmico.

O material, guardado numa caixa de proteção do tamanho de um laptop, desapareceu em novembro de um depósito perto da cidade de Basra, no sul do país, instalação de propriedade da empresa norte-americana de serviços em campos de petróleo Weatherford, mostra o documento que a Reuters viu, e confirmam autoridades.

Um porta-voz do Ministério do Meio Ambiente do Iraque afirmou que ele não poderia discutir o tema, por causa de preocupações com a segurança nacional. Um porta-voz da Weatherford no Iraque não quis comentar, e a sede da empresa em Houston não respondeu a repetidos pedidos de entrevista.

O material, que usa raios gama para testar falhas em materiais empregados em dutos de óleo e gás num processo chamado radiografia industrial, é de propriedade da SGS, com base em Istambul, na Turquia, segundo o documento e autoridades.

Um representante da SGS no Iraque não quis comentar e direcionou a Reuters à sede turca, que não respondeu às chamadas telefônicas.

Em Washington, uma autoridade norte-americana disse que os Estados Unidos estavam cientes de que o Iraque havia relatado o desparecimento de uma câmera especializada contendo Irídio-192, altamente radioativo, à Agência Internacional de Energia Atômica, das Nações Unidas, em novembro.

"Eles estão procurando por isso desde então. Se foi somente perdido ou de fato roubado, não está claro”, afirmou a autoridade, que pediu o anonimato por conta da delicadeza do assunto.

O documento do Ministério do Meio Ambiente, datado de 30 de novembro e endereçado ao centro de prevenção radioativa do ministério, descreve “o roubo de uma fonte de radioatividade altamente perigosa de Ir-192 com atividade altamente radioativa pertencente à SGS de um depósito pertencente à Weatherford na área de Rafidhia da província de Basra”.

Um representante do ministério em Basra, que não quis ser identificado, uma vez que ele não estava autorizado a falar, disse à Reuters que o dispositivo continha até dez gramas de “cápsulas” de Ir-192.

Fonte: Reuters.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||