Líder da China promete tolerância zero com movimentos separatistas

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

11 de novembro de 2016.

A China jamais irá permitir que qualquer parte de seu território se separe, disse nesta sexta-feira o presidente chinês, Xi Jinping, que durante a semana conteve iniciativas independentistas em Hong Kong e ignorou uma exortação de Taiwan para que seu país atente para as aspirações democráticas do polo financeiro asiático.

Xi fez os comentários durante um evento no Grande Salão do Povo, em Pequim, que marcou os 150 anos de nascimento de Sun Yat-Sen, a tentativa mais recente da China de explorar o legado do homem que muitos veem como o fundador da China moderna.

"Jamais permitiremos que nenhuma pessoa, nenhum grupo, nenhum partido político, em momento nenhum, de forma nenhuma, separe a China de qualquer parte de seu território", disse Xi, que também é o secretário-geral do governista Partido Comunista.

"Preservar nossa soberania nacional e integridade territorial, nunca permitir que nosso país seja dividido novamente e nunca permitir que a história se repita – estas são nossas promessas solenes ao nosso povo e à nossa história."

Na segunda-feira, o Parlamento chinês aprovou uma medida que, na prática, impede dois políticos pró-independência eleitos de Hong Kong de tomarem posse, a intervenção mais direta de Pequim nos assuntos do território desde que este foi devolvido ao controle chinês em 1997.

Fonte: Reuters

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||