Líbia e Egito poderá ser o novo centro de operações do Estado Islâmico

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

17 de agosto de 2016.

A Líbia e algumas áreas no Egito podem se transformar em novo centro operacional do grupo jihadista Daesh, disse a especialista em assuntos de terrorismo do Centro de Inteligência Estratégica e Segurança (ESISC em inglês), com sede em Bruxelas, Evgenia Gvozdeva.

"Agora a maioria dos prognósticos dizem que se o Daesh for derrotado na Síria e Iraque a sua nova base de operações poderá se deslocar para a Líbia e talvez para algumas áreas no Egito e na península do Sinai", disse a analista à agência russa RIA Novosti.

Gvozdeva considera como "muito provável" que o Daesh queira criar no Sudeste Asiático – Indonésia, Filipinas, Tailândia e Malásia – um centro operacional semelhante ao que tem na Síria.

Para os terroristas se tornou bastante difícil organizar nestes países bases operacionais internacionais do ponto de vista da logística e de certas barreiras linguísticas, disse.

Nos últimos meses o Daesh perdeu uma grande parte dos territórios devido aos avanços das forças governamentais na Síria e no Iraque e da milícia, bem como dos ataques aéreos realizados pela Rússia e pela coalizão internacional liderada pelos EUA.

O grupo terrorista também perdeu seus bastiões na Líbia, país considerado como tendo a maior presença do Daesh fora da Síria e do Iraque.

As forças líbias lançaram uma ofensiva para recuperar Sirte em junho de 2016 e afirmaram terem liberado três quartos desta cidade ocupada pelos terroristas.

Em junho, o diretor da CIA John Brennan estimou o número de combatentes do Daesh no país entre 5 e 8 mil militantes.

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||