Lavrov espera que o bom senso volte a reger as relações entre a Rússia e os EUA

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

18 de novembro de 2016.

 

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, manifestou a impressão de que o presidente dos EUA, Barack Obama, cada vez pensa menos em solucionar problemas reais. No entanto, Moscou espera que o bom senso volte a reger as relações entre a Rússia e os EUA, disse o chefe da diplomacia russa.

“O presidente Obama está se contradizendo. Durante todos os contatos com o presidente Putin ele disse que as nossas relações são insubstituíveis para a solução de problemas chaves, inclusive na Síria”, explicou Lavrov para a emissora Rossiya 24, antes de se reunir com seu colega norte-americano, John Kerry, em Lima, no Peru.
 
Lavrov destacou que, a julgar pelas últimas declarações do presidente dos EUA e dos seus conselhos ao presidente eleito, Donald Trump, se forma a impressão de que Obama “está do lado emocional da situação e cada vez menos pensa em como solucionar problemas concretos”.
 
“Dá para entender, o seu mandato está terminando. Espero, entretanto, que o bom senso prevaleça. O presidente Obama demonstrou mais de uma vez a capacidade de abordar com bom senso diversas situações concretas. Espero que ele transmita essa parte do seu legado para a nova administração”, disse Lavrov.

O presidente norte-americano Barack Obama disse nesta quinta-feira, durante uma coletiva de imprensa realizada em Berlim, esperar que Trump "esteja disposto a enfrentar a Rússia quando ela se desviar de nossos valores e normas internacionais".
 
Fonte: Sputnik

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||