Kim Jong-un supervisiona simulação de ataque a prédio presidencial em Seul

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

12 de dezembro de 2016.

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, supervisionou uma manobra militar que simulava um ataque ao escritório presidencial sul-coreano em Seul e a infiltração no edifício, segundo informou neste domingo a agência estatal "KCNA".

O exercício aconteceu em uma data não especificada pelo batalhão de operações especiais do exército norte-coreano e em um campo de treinamento onde foi construída uma réplica da Casa Azul, residência oficial em Seul da presidente sul-coreana, Park Geun-hye.

O líder norte-coreano louvou o "valente serviço prestado de forma independente e pró-ativa" pelos soldados, que causou "a destruição dos alvos específicos" e "deixou as tropas inimigas sem chance alguma de contra-ataque", segundo relatou a agência estatal.

As tropas norte-coreanas efetuam frequentes "treinamentos intensivos" em diferentes cenários que simulam "condições de combate real" com o objetivo de preparar-se para uma guerra de guerrilhas no sul da península de Coreia, acrescentou a "KCNA".

No último mês de abril, Seul publicou fotografias por satélite nas quais é possível ver a réplica da Casa Azul construída nos arredores de Pyongyang, e criticou a campanha de hostilidades lançada pelo regime de Kim Jong-un em um momento de grande tensão na península coreana.

As relações entre ambos países vizinhos, que permanecem tecnicamente enfrentados desde o final da Guerra da Coreia (1950-53), estiveram marcadas nos últimos anos por contínuos ciclos de conflito e distensão.

Fonte: EFE

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||